Tamanho do texto

Colorados esperam o vencedor do confronto entre Flamengo e Emelec para descobrir qual será o adversário na próxima etapa

Lance


Internacional arrow-options
Reprodução / Conmebol
Internacional vence e avança na Libertadores

O Internacional está nas quartas de final da Libertadores da América. Após vencer o jogo de ida, o Colorado repetiu o placar de 2 a 0 contra o Nacional e carimbou o seu passaporte para a próxima fase.

Agora, o Inter espera o vencedor do confronto Flamengo e Emelec para descobrir qual será o adversário na próxima etapa da Libertadores .

O confronto

O Internacional entrou pilhado dentro de campo. Sem deixar o rival crescer, o Colorado se impôs diante da própria torcida e apresentou uma postura ofensiva. A recompensa veio aos 16 minutos, quando D’Alessandro cobrou escanteio e Moledo testou para o fundo da rede.

O gol deu tranquilidade ao time brasileiro, que de maneira inteligente, não recuou e manteve o Nacional longe de sua área. Aos 33 o Inter teve um gol anulado. Após troca de passes, Nico López estufou as redes, porém o bandeira deu condição irregular de Uendel no começo da jogada.

Pouco depois, Nico López novamente teve a chance de ampliar. O camisa 7 recebeu em velocidade e parou no goleiro Mejía, que fez ótima defesa com o pé.

Nos acréscimos o VAR entrou em cena. Edenilson invadiu a grande área e tocou para Nico, em posição irregular. O uruguaio bateu na saída de Mejía e marcou o gol, que foi anulado pelo árbitro de vídeo.

No segundo tempo o Nacional resolveu se soltar. Com a necessidade de marcar dois gols, o Bolso adiantou o posicionamento e ocupou o campo do Inter. O problema era o espaço deixado na defesa, que por muito pouco não se transformou em golaço de D’Alessandro.

Diante de um rival estéril, o Inter aproveitava os espaços do contra-ataque e chegou perto com Nonato. O volante, que havia acabado de entrar, recebeu na intermediária, cortou o zagueiro e viu o seu chute balançar a rede pelo lado de fora.

No fim, com o duelo decidido, o Inter encaixou um contra-ataque mortal e Paolo Guerrero deu números finais ao jogo, 2 a 0.