Tamanho do texto

O jamaicano, recordista mundial dos 100m e 200m no atletismo, dá seus primeiros passos no sonho de se tornar jogador de futebol

Bolt desembarcou na Austrália e foi recebido por muitos torcedores e jornalistas
reprodução / Twitter
Bolt desembarcou na Austrália e foi recebido por muitos torcedores e jornalistas

Usain Bolt desembarcou na Austrália neste sábado (18), onde vai treinar por período indeterminado no Central Coast Mariners , clube da primeira divisão do país. 

Leia também: Jogador arranca à lá Usain Bolt para fazer gol na Indonésia; assista ao vídeo

Bolt foi recebido por uma multidão de jornalistas e torcedores que estavam ansiosos por seu pouso em território australiano. 

Agora jogador de futebol, o jamaicano faz na próxima terça-feira (21) o seu primeiro treinamento com o restante do elenco.

O acordo entre Bolt e o clube é apenas para este período de treinamentos, caso ele se desraque, um contrato oficial pode ser assinado, e o atleta prometeu dar seu melhor.

“O Central Coast Mariners me deu uma grande oportunidade e eu vou apenas vir aqui e dar o melhor de mim. Eu sempre coloco meu melhor pé em frente e mostro ao mundo do que sou feito”, afirmou o atleta. 

Leia também: Usain Bolt gera polêmica ao vestir camisa "feminista" em festa de Carnaval

Questionado, o recordista mundial dos 100m e 200m reafirmou a seriedade de sua vontade se tornar um jogador profissional de futebol. 

"Isso é real. Eu disse ao mundo que quero ser um jogador de futebol e sei o que posso fazer para os Mariners que estão me dando a oportunidade de mostrar do que sou capaz”, concluiu.

Bolt já procurava por um clube

Usain Bolt durante sessão de treinos no Borussia Dortmund
bvb.de/Divulgação
Usain Bolt durante sessão de treinos no Borussia Dortmund

Antes de ser anunciado pelo Central Coast Mariners, o jamaicano chegou a treinar no Borussia Dortmund, da Alemanha, e no Stromsgodset, da Noruega.

Além disso, ele também participou de um jogo amistoso no Old Trafford, estádio do Manchester United, declaradamente seu clube do coração.

Leia também: "Desesperado", Real Madrid separa R$ 1,3 bilhão para tirar Neymar do PSG

Recentemente Usain Bolt participou também de uma partida em homenagem ao título mundial da França em 1998, mas não conseguiu se destacar muito.

    Leia tudo sobre: Futebol