undefined
Ansa
Pirlo desistiu de ser auxiliar técnico da Azzurra

Andrea Pirlo era cotado para ser auxiliar do treinador Roberto Mancini na seleção italiana, mas o ex-jogador não fará parte da comissão técnica da Azzurra, informaram hoje (9) à ANSA fontes próximas ao ex-meio-campista.

Leia também: Milan segue buscando seus ídolos do passado e Kaká pode retornar ao clube

A negociação com a seleção tetracampeã mundial não avançou por conta do contrato que Pirlo assinou com a rede de televisão "Sky". O ex-jogador será comentarista nas partidas da Liga dos Campeões na próxima temporada.

Nuova avventura.. in famiglia #sky @skysport

Uma publicação compartilhada por Andrea Pirlo Official (@andreapirlo21) em

Além disso, a pressão dos patrocinadores sobre o ex-jogador do Milan e da Juventus também foi providencial na decisão de Pirlo.

Leia também: Aos 40 anos, goleiro Buffon afirma que ainda está 'no topo' da carreira

O cargo de auxiliar técnico da renovada Azzurra será ocupado por Angelo Gregucci, assistente de Mancini na Fiorentina, Manchester City, Inter de Milão e no Zenit.

A carreira de Andrea Pirlo

undefined
Getty Images
Pirlo em campo pelo Milan, onde fez história

Dono de um futebol cerebral e elegante, com movimentos e passes precisos, Pirlo foi um dos maiores jogadores italianos deste século e se destacou em suas passagens na Juventus e Milan. Além disso, foi campeão mundial com a Itália em 2006.

O meia, que começou sua carreira como atacante, foi revelado pelo Brescia em 1995, onde jogou até 1998 e chamou a atenção da Inter de Milão . Firmou contrato até 2001, mas nesse meio tempo jogou pelo Reggina e pelo Brecia novamente por empréstimo.

Em junho de 2001, contratado pelo Milan , Pirlo logo mostrou sua excelente técnica com passes precisos e cobranças de falta impecáveis, além de uma grande tranquilidade dentro de campo.

Na equipe Rossonera jogou por dez temporadas e conquistou diversos títulos: dois da Séria A, uma Copa da Itália, uma Supercopa Italiana, duas Liga dos Campeões, duas Supercopas Europeias e um Mundial de Clubes.

Depois de não ter seu contrato renovado, foi para outra grande equipe, a Juventus. Na Velha Senhora, ele virou peça-chave no esquema do técnico Antonio Conte e foi importante nas campanhas vitoriosas de quatro Italianos, duas Supercopas e uma Copa da Itália. Ele encerrou sua carreira no New York City.

Leia também: Mina e André Gomes acertam ida para o Everton; Barcelona anuncia novo camisa 7

Pirlo  também foi muito importante na seleção italiana. Ele jogou em todas as categorias de base e atuou pela principal de 2002 a 2015. Conquistou a Copa do Mundo de 2006, o Campeonato Europeu Sub-21 em 2000 e foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários