Tamanho do texto

Depois da eliminação contra a Bélgica, o atacante da seleção brasileira teve 68% de citações negativas nas redes sociais

Rejeição a Neymar nas redes sociais mais do que dobrou durante a Copa
FIFA/ Divulgação
Rejeição a Neymar nas redes sociais mais do que dobrou durante a Copa

A rejeição a Neymar aumentou bastante durante a disputa da Copa do Mundo e prova, mais do que nunca, que a competição realizada na Rússia foi muito ruim para imagem do camisa 10 do PSG e da seleção brasileira.

Leia também: Neymar não é indicado a melhor jogador do mundo; Tite também fica de fora

De acordo com estudo realizado pela Kantar Sports/Ibope Repucom, a rejeição a Neymar dobrou em poucos dias. O atacante foi assunto em mais de 25 milhões de postagens nas redes sociais, somando Facebook, Twitter, Instagram e YouTube, superando Messi (20 milhões) e Cristiano Ronaldo (17 milhões).

A maioria do conteúdo tinha teor negativo. A pesquisa global analisou publicações entre os dias 1º de junho, algumas semanas antes da abertura da Copa, e 18 de julho, três dias após a final entre França e Croácia.

Na véspera da estreia da seleção brasileira diante da Suíça, Neymar tinha 28% de citações negativas nas redes sociais, mas o índice passou do dobro a partir do primeiro jogo (61%) e chegou ao ápice (68%) até o dia seguinte à eliminação contra a Bélgica, já na fase de quartas de final.

No geral, Neymar recebia mais comentários neutros, o equivalente a 51%. Os elogios, que no começo do período verificado pela pesquisa era em 21% das postagens, despencaram para 1% ao final da medição. A grosso modo, a cada 100 comentários sobre o atacante depois do jogo contra os belgas, apenas um era positivo. 

Leia também: Pai do atacante Neymar perde a linha e ofende repórter: 'Fiz festa com sua mãe'

José Colagrossi, diretor do Ibope Repucom, explicou o estudo: "Em média, mais de 90% deste volume total de comentários negativos são piadas e memes, e foram classificados como negativos pela possibilidade de impacto em sua imagem devido à sua conduta em campo e não por sua qualidade técnica", avaliou.

Nomes expressivos do futebol, como o alemão Lothar Matthäus, o inglês Gary Lineker e o francês Eric Cantona, criticaram bastante o jogador brasileiro e destacaram o rótulo de cai-cai que ele teve durante o Mundial.

Até por isso, é possível afirmar que as redes sociais foram o reflexo da antipatia que Neymar gerou entre fãs e opinião pública por conta das reações exageradas em campo diante da marcação dos adversários, exagerando nas simulações e pedidos de faltas.

O levantamento feito pela Kantar Sports/Ibope Repucom listou os dez países em que Neymar mais recebeu citações negativas. O Brasil ficou no primeiro lugar, seguido por Estados Unidos, México, França, Reino Unido, Espanha, Portugal, Argentina, Colômbia e Chile.

Leia também: Neymar ironiza fama de cai-cai e cria o "desafio da falta" com crianças; assista

Rejeição a Neymar pode ter pesado na Fifa

Rejeição a Neymar aumentou na Copa
France Football / Reprodução
Rejeição a Neymar aumentou na Copa

rejeição a Neymar pode ter pesado na decisão da Fifa em não colocar o jogador brasileiro entre os 10 melhores do mundo na última temporada, a premiação "The Best". O camisa 10 do PSG foi preterido, sendo que os candidatos são Cristiano Ronaldo, Kevin De Bruyne, Antoine Griezmann, Eden Hazard, Harry Kane, Kylian Mbappé, Lionel Messi, Luka Modric, Mohamed Salah e Raphael Varane.

    Leia tudo sobre: Futebol