Tamanho do texto

Craque português e cinco vezes eleito pela Fifa o melhor jogador do mundo colocou uma condição para permanecer no clube da capital da Espanha

Cristiano Ronaldo decidiu que só vai ficar no Real Madrid se receber aumento do clube merengue
Reprodução/Twitter/premierleague
Cristiano Ronaldo decidiu que só vai ficar no Real Madrid se receber aumento do clube merengue

O futuro de Cristiano Ronaldo para a próxima temporada do futebol europeu ainda é um mistério. Enquanto algumas mídias locais afirmam que o português vai deixar o Real Madrid, outra ainda garantem que o cinco vezes eleito o melhor jogador do mundo vai continuar na equipe merengue. No entanto, de acordo com o jornal Mundo Deportivo , CR7 colocou uma condição para permanecer no time.

Leia também: Cristiano Ronaldo entra nos planos do PSG após indicar sua saída do Real Madrid

Segundo a publicação, Cristiano Ronaldo pediu um aumento de salário. Atualmente, o atacante recebe 42 milhões de euros brutos por temporada, o equivalente a cerca de R$ 184 milhões. Mas para continuar no Real Madrid, o jogador teria pedido para receber 75 milhões de euros por ano, ou seja, R$ 326 milhões.

O jornal ainda alega que um dos motivos do aumento está relacionado com as dívidas do atleta com o fisco da Espanha. CR7 foi acusado de dever R$ 61 milhões à Justiça do país devido crimes fiscais, cometidos entre os anos de 2011 e 2014. Tratam-se de 14,7 milhões de euros referentes aos tributos de seus direitos de imagem.

Leia também: CR7 ou Cristianinho? Dona Dolores aposta no neto: 'Mais jeito com a bola'

Treta de CR7 com o fisco

Cristiano Ronaldo
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Cristiano Ronaldo

O governo da  Espanha  acusou Cristiano Ronaldo de quatro crimes fiscais e não ter pagado cerca de 14 milhões de euros ao fisco do país. No entanto, de acordo com informações do jornal  El Mundo , depois de muita polêmica, o jogador português vai acertar suas contas com as autoridades espanholas.

Segundo a publicação, o atacante teria se declarado culpado das acusações e vai ainda efetuar o pagamento dos 14 milhões de euros, o equivalente a cerca de R$ 61 milhões. Além disso, o craque do Real Madrid ainda quer neste valor estejam inclusos a dívida em falta e também a sanção por fraude.

Leia também: Mãe de Cristiano Ronaldo confessa que, quando grávida, pensou em abortar

Cristiano Ronaldo é acusado de uma dívida de 14,7 milhões de euros referentes aos tributos de seus direitos de imagem. Os crimes fiscais teriam acontecido entre os anos de 2011 e 2014. Na ocasião, ele foi formalmente denunciado por suposta fraude fiscal e crimes econômicos e as autoridades da Espanha reforçam que o incumprimento das obrigações fiscais por parte do jogador foi ação "voluntária" e "consciente".

    Leia tudo sobre: futebol