Tamanho do texto

Treinador anunciou que está deixando o clube espanhol na última quinta e mandou mensagens para os jogadores do elenco

Zidane se despediu dos jogadores do Real Madrid por WhatsApp
Divulgação / Flickr
Zidane se despediu dos jogadores do Real Madrid por WhatsApp

Na última quinta-feira, o técnico Zinedine Zidane surpreendeu a todos ao anunciar sua saída do Real Madrid mesmo com a terceira conquista seguida da Champions League. Ele deixou o clube merengue depois de três temporadas de muito sucesso.

Leia também: Zidane surpreende e anuncia saída do Real: "Decisão minha, e posso errar"

E segundo a rádio espanhola “Cadena Cope”, a despedida de Zidane dos jogadores do Real Madrid não aconteceu de forma calorosa. Como muitos estão com suas seleções nacionais em preparação para Copa ou de férias, o treinador enviou uma mensagem por WhatsApp para cada um.

Ainda de acordo com a reportagem, o francês não escreveu nada muito profundo ou palavras de carinho. Apenas um muito obrigado e um "nos vemos em breve". Possivelmente ele teria enviado a mesma mensagem para todos os atletas.

Leia também: Veja as homenagens dos jogadores do Real para Zizou nas redes sociais

"Obrigado por tudo. Sem o seu apoio em momentos difíceis nada do que conseguimos seria possível. Até breve. Um abraço", disse Zizou, de acordo com a emissora.

Os motivos da demissão

Ao convocar uma entrevista coletiva, o treinador tentou explicar os motivos que o fizeram optar pela saída do Real.

"Eu tomei a decisão de não continuar como técnico do Real Madrid. É um momento estranho, mas esse time precisa de uma mudança para continuar vencendo, precisa de outro discurso, outra metodologia de trabalho. E é por isso que tomei essa decisão", comentou o francês.

Zinedine Zidane deixou o Real
Divulgação/Real Madrid
Zinedine Zidane deixou o Real

"Depois de três anos, é uma decisão minha, e posso errar, mas acho que é o momento. Não vejo de forma clara que vamos seguir ganhando. Não vejo as coisas claras como eu quero. Chega um momento que se diz que é melhor mudar para não seguir e fazer besteiras", completou. 

O presidente Florentino Pérez, que esteve sentado ao lado do treinador durante o anúncio, não escondeu que estava surpreso com a decisão tomada. Em toda gestão do presidente, o francês é o primeiro técnico a deixar o clube espanhol sem ser demitido, mas sim por vontade própria

"Depois de ganhar uma Champions, é uma decisão inesperada, mas só podemos aceitar a respeitar. A mim, causou um grande impacto quando soube da decisão. Gostaria de convencê-lo, mas sei como é. Quero agradecer sua entrega, carinho e tudo que fez pelo Real Madrid nestes anos. Não é uma despedida, é um 'até logo'. Mas, sim, precisa de descanso, e também merece", disse Florentino.

Leia também: Cristiano Ronaldo entra nos planos do PSG após indicar sua saída do Real

Nas três temporadas que esteve à frente do Real, Zidane comandou o time em 149 partidas, com 104 vitórias e nove títulos conquistados. Foram três Liga dos Campeões , dois Mundiais, duas Supercopas da Europa, um Campeonato Espanhol e uma Supercopa da Espanha.

    Leia tudo sobre: Futebol