Tamanho do texto

Após declarar sua aposentadoria do futebol, Pirlo irá organizar partida de despedida no dia 21 de maio, no San Siro, em Milão

O ex-jogador Andrea Pirlo , de 38 anos, convocou nesta segunda-feira (7) diversos astros do futebol para participarem da "A Noite do Maestro", jogo que marcará o fim da carreira do italiano.

Leia também: Aos 38 anos, Pirlo anuncia aposentadoria do futebol ao fim da temporada

O último clube que Pirlo demonstrou sua classe foi o New York City
Divulgação
O último clube que Pirlo demonstrou sua classe foi o New York City

Entre os convidados estão jogadores aposentados e em atividade que atuaram ao lado de Pirlo ao longo da carreira. O ex-meio-campista defendeu o Brescia, Inter de Milão, Milan, Juventus, Reggina e o New York City.

A lista conta com sete brasileiros, são eles: Dida, Cafú, Serginho, Leonardo, Alexandre Pato, Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo Fenômeno.

Outros que também marcarão presença no jogo estão: Fabio Cannavaro, Paolo Maldini, Gennaro Gattuso, Alessandro Del Piero, Francesco Totti, Andriy Shevchenko, Clarence Seedorf e Gianluigi Buffon.

O jogo será realizado no dia 21 de maio, no San Siro, em Milão.

Leia também: Após aposentadoria do futebol, Pirlo confessa que fará curso para treinador

Carreira

Ronaldinho e Pirlo pelo Milan
Getty Images
Ronaldinho e Pirlo pelo Milan

O meia, que jogou como atacante no início, foi revelado pelo Brescia em 1995, onde jogou até 1998 e chamou a atenção da Inter de Milão . Firmou contrato até 2001, mas nesse meio tempo jogou pelo Reggina e pelo Brecia novamente por empréstimo. No dia 30 de junho de 2001, o grande salto em sua carreira.

Contratado pelo Milan , Pirlo logo mostrou sua excelente técnica com passes precisos e cobranças de falta impecáveis, além de uma grande tranquilidade dentro de campo. Na equipe Rossonera jogou por dez temporadas e conquistou diversos títulos: dois da Séria A, uma Copa da Itália, uma Supercopa Italiana, duas Liga dos Campeões, duas Supercopas Europeias e um Mundial de Clubes.

Depois de não ter seu contrato renovado, foi para outra grande equipe, a Juventus. Na Velha Senhora, ele virou peça-chave no esquema do técnico Antonio Conte e foi importante nas campanhas vitoriosas de quatro Italianos, duas Supercopas e uma Copa da Itália. Desde 2015 no New York City, Andrea diminuiu sua frequência em campo nesta temporada e jogou em 15 dos 32 jogos do clube.

Leia também: "Operação Neymar": Real Madrid pode desembolsar 300 milhões de euros

Pirlo também foi muito importante na seleção italiana. Ele jogou em todas as categorias de base e atuou pela principal de 2002 a 2015. Conquistou a Copa do Mundo de 2006, o Campeonato Europeu Sub-21 em 2000 e foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. Em 2007, foi eleito o quinto melhor jogador do mundo pela Fifa e em sete anos foi considerado o melhor cobrador de faltas do mundo.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.