Depois da suposta  recusa do treinador Carlo Ancelotti para comandar a seleção italiana , diversos jornais locais informam nesta terça-feira que representantes da Federação Italiana de Futebol (Figc) estão próximos de chegarem a um acordo com Roberto Mancini. de 53 anos, para assumir o cargo ainda em maio.

Leia também: Mesmo sem clube, Carlo Ancelotti recusou treinar seleção italiana, diz jornal

undefined
Reprodução
Roberto Mancini deve ser anunciado como técnico da Itália em breve

Questionado pela Ansa , o comissário da Federação Italiana, Roberto Fabbricini, confirmou que concordou com Mancini de resolver os detalhes das negociações sobre o comando da seleção italiana no dia 13 de maio, no final do campeonato russo.

"Ontem houve uma reunião entre [Alessandro] Costacurta, Gabriele Oriali e Roberto Mancini, que se disponibilizou a resolver seu relacionamento com o Zenit para ser técnico da seleção".

Antes, o jornal Corriere dello Sport publicou que o contrato do atual técnico do Zenit, da Rússia, entre a "Azzurra" será válido por dois anos. A possível estreia poderá acontecer durante um amistoso contra a Arábia Saudita, já no dia 28 de maio. Mancini chegou nesta segunda-feira em Roma, mas bem antes falou ao Zenit sobre a possibilidade de se sentar no "banco azul".

Leia também: Para Ronaldo, "é impossível" Neymar ir para o Real Madrid no momento

O contrato do italiano com o clube russo tem validade por mais dois anos, mas caso ocorra a quebra será de forma consensual, sem penalidades, informou a publicação. Na tarde da segunda-feira, Mancini teria tido uma conversa com os dois responsáveis pela escolha do novo técnico, Roberto Fabbricini e Alessando Costacurta, que têm até o dia 20 para fazer o anúncio oficial.

Questionado sobre os rumores da negociação, o italiano declarou que seria "uma honra" comandar a seleção. "Creio que possa ser um emprego de prestígio e deve ser um orgulho. É uma das equipes mais importantes do mundo", disse em entrevista à rádio Rai .

Mancini tem tido uma passagem ruim pelo clube russo, mas isso, pelo jeito, não afetou sua credibilidade. O técnico já estava na lista dos mais cotados pela imprensa italiana para comandar a "Azzurra", junto com Luigi Di Biagio, Antonio Conte (Chelsea) e Claudio Ranieri (Nantes).

Leia também: Messi com 1000 gols? Jornal aponta que milésimo saiu neste domingo

Próximos jogos

Após perder a vaga para a Copa do Mundo da Rússia, a Itália, tetracampeã mundial, confirmou dois amistosos para o próximo mês, um contra a França, no dia 1º de junho, e outro diante da Holanda, no dia 4. Além disso, a seleção vai competir na Liga Nacional, novo torneio organizado pela Uefa, a partir de 6 de setembro. Nestes jogos,  Mancini pode ser o comandante.

    Leia tudo sobre: futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários