Tamanho do texto

Lionel Messi marca três vezes e ajuda o Barça a chegar aos 86 pontos para não poder mais ser alcançado pelos adversários no Campeonato Espanhol

O Barcelona confirmou o 25º título espanhol de sua história, neste domingo, ao derrotar o Deportivo La Coruña , fora de casa, no estádio Municipal de Riazor, por 4 x 2. Com 86 pontos, o time catalão não pode ser mais alcançado por ninguém e, com quatro jogos por fazer, já pode comemorar. Já a equipe 'blanquiazule' está rebaixada para a segunda divisão.

Leia também: Campeão, City goleia West Ham, chega ao centésimo gol e sonha com 100 pontos

Messi comemora com Philippe Coutinho um dos gols da vitória do Barcelona sobre o La Coruña
Reprodução/Twitter/LaLiga
Messi comemora com Philippe Coutinho um dos gols da vitória do Barcelona sobre o La Coruña

Os gols da vitória que sacramentou o título do Barcelona foram marcados por Lionel Messi, três vezes, e por Philippe Coutinho. Já Lucas Pérez e Colak fizeram para o La Coruña. Agora, o time da Catalunha comandado por Ernesto ValVerde seguirá na tentativa de se tornar o primeiro campeão espanhol invicto da história - faltam quatro jogos..

Com mais um hat-trick, Messi chegou ao 32º gol nesta edição do Espanhol e se tornou o primeiro jogador na história da competição a marcar 30 ou mais em sete temporadas diferentes. O argentino ainda chegou ao 13º gol no estádio em Riazor em La Liga, seu estádio visitante favorito junto com o Santiago Bernabéu. Ele também segue na briga pela Chuteira de Ouro, dada ao artilheiro da temporada na Europa.

O jogo

O Barcelona começou o duelo melhor e logo aos seis minutos abriu o placar. Após bela troca de passes, a bola foi para Dembélé na direita. O jovem francês perdeu o ângulo e serviu para Philippe Coutinho, que bateu de primeira e acertou o ângulo para fazer um belo gol em La Coruña.

A resposta do time da casa veio aos 16. A bola foi cruzada na área, Albentosa cabeceou e obrigou Ter Stegen a fazer um milagre. No rebote, Lucas Pérez mandou pro gol, mas ele estava ipedido e o árbitro anulou. Aos 29 minutos, Messi cobrou falta no ângulo, quando ele já se preparava para comemorar, o goleiro Rubén voou e defendeu.

Aos 30, Dembélé fez boa jogada, tocou para Coutinho, que bateu colocado e a bola foi perto da trave. Aos 32, a resposta do La Coruña. Borja Valle aproveitou cruzamento, desviou e quase empatou. Um minuto mais tarde, quem perdeu o gol foi Schär, que cabeceou livre, mas mandou para fora.

E como quem não faz toma, aos 37, Suárez recebeu bom passe na área, levantou a cabeça e deu belo passe para Messi, que chegou pela esquerda e bateu de primeira para ampliar e chegar ao seu 30º gol em La Liga. Acontece que dois minutos depois, Lucas Pérez aproveitou levantamento de Borja Valle e desta vez conseguiu furar o gol de Ter Stegen para diminuir.

Leia também: Manchester United faz no final e vence último duelo contra o Arsenal de Wenger

Aos cinco minutos da etapa inicial, Messi quase marcou o terceiro após passe de Suárez, mas parou no goleiro. Aos 16, Dembélé assustou Rúben, mas não conseguiu marcar. Um minuto depois, o La Coruña conseguiu trocar bons passes no ataque e Borges serviu Colak, que bateu e empatou a partida em Riazor.

Aos 24 minutos, Schär cabeceou após cobrança de escanteio e obrigou Ter Stegen a fazer ótima defesa no canto direito. Aos 27, Suárez recebeu passe de Messi, se livrou da marcação e soltou a bomba, mas a bola foi pra fora. Aos 33, após saída errada do Deportivo, Messi chutou e obrigou Rubén a fazer nova defesa.

Dois minutos depois, foi a vez de Suárez, novamente depois de passe de Messi, chutar para defesa de Rubén Martínez. Logo na sequência, no entanto, foi impossível defender. Messi fez grande jogada, tocou para o uruguaio, que devolveu para o argentino fazer, desta vez de perna direita, o terceiro do Barcelona, o seu 31º no Espanhol. Gol que deixou a defesa do La Coruña tonta.

E o camisa 10 não parou por aí. Aos 39 minutos, Messi tocou para Denis Suárez, que toca para Luis Suárez que lança para o argentino novamente. Ele recebe e toca na saída do goleiro Rubén para fazer seu terceiro na partida. Espetacular.

A partir de então, o Barça, mesmo com a vitória garantida, seguiu em cima e quase marcou o quinto com Piqué aos 44 minutos, mas o goleiro salvou novamente. Não demorou muito e o árbitro Ricardo De Burgos apitou o fim da partida para festa de toda a torcida blaugrana.

Ficha técnica

Deportivo La Coruña 2 x 4 Barcelona

Data: 29 de abril, domingo, às 15h45, de Brasília
Local: Estádio Municipal de Riazor, em La Coruña, na Espanha
Árbitro: Ricardo de Burgos (ESP)
Assistentes: Roberto Alonso e Jon Núñez (ambos ESP)
Cartões amarelos: Schär, aos 20'/1ºT (DEP); Nélson Semedo, aos 15'/2ºT (BAR)
Gols: Philippe Coutinho, aos 6'/1ºT (0x1), Messi, aos 37'/1ºT (0x2), Lucas Pérez, aos 39'/1ºT (1x2), Colak, aos 17'/2ºT (2x2), Messi, aos 36'/2ºT (2x3), Messi, aos 39'/2ºT (2x4)
Público: 25.786 torcedores
La Coruña: Rubén Martínez, Juanfran, Albentosa, Schar e Luisinho; Guilherme (Muntari, aos 37'/2ºT), Celso Borges (Andone, aos 42'/2ºT), Krohn-Dehli e Colak; Borja Valle (Cartabia, aos 42'/2ºT) e Lucas Pérez
Técnico: Seedorf
Barcelona: Ter Stegen, Semedo, Piqué, Umtiti e Jordi Alba; Busquets, Rakitic (Iniesta, aos 40'/2ºT), Dembélé (Denis Suárez, aos 22'/2ºT) e Philippe Coutinho (Paulinho, aos 28'/2ºT); Messi e Luis Suárez
Técnico: Ernesto Valverde

Leia também: Confira a classificação atualizada do Campeonato Espanhol

Já campeão espanhol, o Barcelona voltará a campo no próximo domingo, dia 6 de maio, quando fará o clássico contra o Real Madrid em casa. Já o La Coruña, rebaixado, visitará o Celta em Vigo, no mesmo dia. Iniesta, que não jogará mais no time catalão na próxima temporada, conquistou mais um título, já são mais de 30, e foi muito aplaudido ao entrar em campo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas