Tamanho do texto

Advogados do atleta afirmaram que o pedido da acusação é "surpreendente" e que João Pedro ingeriu suplementos contaminados, por isso caiu no doping

Meio-campista brasileiro João Pedro atua no Cagliari, clube do futebol italiano
Ansa
Meio-campista brasileiro João Pedro atua no Cagliari, clube do futebol italiano

O meio-campista brasileiro João Pedro , do Cagliari, pode pegar um gancho de até quatro anos por doping. Essa foi a pena pedida pela Nado (Procuradoria Nacional da agência antidoping da Itália) no julgamento contra o jogador por uso do diurético hidroclorotiazida.

Leia também: Bruno Henrique, do Palmeiras, é suspenso por um ano pela Federação Italiana

João Pedro, de 26 anos de idade, foi flagrado em exames realizados após as partidas contra Sassuolo (no dia 11 de fevereiro) e Chievo (17 de fevereiro) pela Série A do Campeonato Italiano. O brasileiro será ouvido pelo Tribunal Nacional Antidoping no próximo dia 16 de maio.

Leia também: Cafu se dispõe a ajudar na reconstrução de cidade devastada por terremoto

Os advogados do jogador, Gaetano Mari e Ernesto De Toni, afirmaram que o pedido da acusação é "surpreendente". Segundo a defesa, João Pedro ingeriu suplementos contaminados com o diurético, mas sem saber. "Ele permanece confiante de que o Tribunal Antidoping saberá avaliar corretamente sua conduta", disseram.

O que diz o clube?

Leia também: Zagueiro da Juventus e humorista trocam ofensas por pênalti contra o Real

Já o Cagliari afirmou que sentiu "estupor" ao tomar conhecimento da pena pedida pela procuradoria. "O clube segue convencido da boa fé e da lealdade esportiva de João Pedro", diz uma nota. Formado pelo Atlético-MG, o brasileiro é um dos principais jogadores do time sardo, que ocupa o 14º lugar na Série A.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.