Tamanho do texto

Após sair atrás do placar fora de casa, o Bayern virou e venceu o Augsburg para confirmar o sexto título consecutivo com cinco rodadas de antecedência

O Bayern de Munique é o grande campeão alemão da temporada 2017-18. A equipe bávara derrotou o Augsburg, neste sábado, pela 29ª rodada da Bundesliga , por 4 a 1 e conquistou o título pela 28ª vez em sua história, sendo o sexto de forma consecutiva, mantendo, assim, a hegemonia na Alemanha, e com cinco rodadas de antecedência, já que abriu 20 pontos do vice-líder Sshalke 04 e não pode mais ser alcançado.

Leia também: Luis Enrique errou em recusar alemão para contratar Arda Turan no Barcelona

Bayern de Munique comemora o sexto título consecutivo do Campeonato Alemão em 2018
Reprodução/Twitter/FCBayern
Bayern de Munique comemora o sexto título consecutivo do Campeonato Alemão em 2018

Os gols do título do Bayern de Munique foram marcados por Tolisso, aos 32 do primeiro tempo, James Rodríguez, aos 38 da mesma etapa, Robben, aos 16 do tempo complementar, e Sandro Wagner, aos 41. O gol de honra do Augsburg foi contra de Süle, aos 18 da etapa inicial. A equipe ainda jogou boa parte da partida com Ribéry e Müller, dois dos seus principais jogadores, no banco de reservas.

O jogo

O Augsburg começou a partida se impondo por jogar em casa e pressionando. A primeira chance foi aos quatro minutos, com o brasileiro Caiuby, que recebeu na esquerda e bateu cruzado, a bola passou perto da trave. Aos 15, nova chance, dessa vez com Max, que tabelou pela esquerda e chutou cruzado. A bola dessa vez foi na trave.

Dois minutos depois, a pressão deu resultado. Boateng dominou e bobeou na intermediária e Córdova tomou a bola do zagueiro, bateu e Ulreich defendeu, mas na volta a bola bateu no rosto de Süle e morreu na rede.

A nova chance, após o jogo esquentar, foi do Bayern. Na primeira chegada, Kimmich cruzou da direita e Tolisso, sem marcação na pequena área, cabeceou para empatar a partida aos 31 minutos. Aos 34, quase a virada. Rafinha cruzou da esquerda, Sandro Wagner cabeceou e Hitz defendeu.

Leia também: STJD reduz pena de Kanu após briga generalizada no Ba-Vi; veja todas as punições

Aos 37, a virada veio. Em nova boa jogada de Kimmich pela direita, em tabela com Robben, ele cruzou rasteiro e a bola sobrou para James Rodriguez. O colombiano aproveitou a chance e bateu no canto direito do goleiro para fazer o segundo. Aos 43, novamente Kimmich fez jogada pela direita e a bola foi para Tolisso, que chutou forte, mas Hitz defendeu.

Robben comemora o terceiro gol do Bayern
Reprodução/Twitter/FCBayern
Robben comemora o terceiro gol do Bayern

No segundo tempo, a primeira boa chance foi do Bayern. Aos 16 minutos, em falta cobrada na área, a zaga cortou, a bola voltou e sobrou para Robben, que bateu de primeira e ampliou para a equipe bávara. Aos 18, Ja-Cheol Koo aproveitou cruzamento da esquerda e quase fez o segundo do Augsburg.

Aos 24, nova chance dos donos da casa. Gregoritsch aproveitou cruzamento da direita, pulou e desviou, mas mandou pra fora. Quatro minutos depois, Robben cobrou falta perto da meia-lua, rasteiro para tirar da barreira, mas o goleiro Hitz defendeu.

Aos 41 minutos, após cobrança de escanteio, Sandro Wagner se deslocou da marcação, subiu por trás da zaga e cabeceou para fazer o quarto e sacramentar a vitória e o título. Aos 45, o árbitro encerrou a partida para festa do maior time da Alemanha na atualidade.

Ficha técnica

Augsburg 1 x 4 Bayern de Munique

Data: 7 de abril, sábado
Local: Arena WWK, em Augsburgo, na Alemanha
Árbitro: Markus Schimdt (ALE)
Auxiliares: Frederick Assmuth e Thomas Gorniak (ambos ALE)
Cartões amarelos: Gregoritsch, aos 20'/1ºT, Khedira, aos 43'/1ºT, Baier, aos 45'/1ºT (AUS); Boateng, aos 20'/1ºT (BAY)
Gols: Süle, contra, aos 18'/1ºT (1x0), Tolisso, aos 32'/1ºT (1x1), James Rodriguez, aos 38'/1ºT (1x2), Robben, aos 16'/2ºT (1x3), Sandro Wagner, aos 41'/2ºT (1x4)
Ausburg: Marwin Hitz, Gouweleeuw, Rani Khedira e Martin Hinteregger; Schmid, Ja-Cheol Koo, Baier (Janker, aos 43'/2ºT) e Max; Córdova (Richter, aos 18'/2ºT), Gregoritsch (Morávek, aos 34'/2ºT) e Caiuby.
Técnico: Manuel Baum.
Bayern de Munique: Ulreich, Kimmich, Boateng, Süle e Rafinha; Rudy, Tolisso e James Rodríguez (Javi Martínez, aos 19'/2ºT); Robben (Thomas Müller, aos 38'/2ºT), Juan Bernat (Ribéry, aos 37'/2ºT) e Sandro Wagner.
Técnico: Josef Heynckes.

Leia também: Zagueiro do time mais antigo em atividade na França morre aos 18 anos

Após o sexto título alemão consecutivo, o 28º de sua história, o Bayern de Munique agora vira a chave e foca na Liga dos Campeões. Na próxima quarta-feira, a equipe alemã irá receber o Sevilla pela volta das quartas de final após vencer por 2 a 1 na Espanha.