Tamanho do texto

Jogador italiano comentou sobre ser vítima de racismo na Europa como filho de imigrantes que vieram de Gana, na África

Mario Balotelli, atacante do Nice
Divulgação
Mario Balotelli, atacante do Nice

Filho de dois imigrantes ganeses, o italiano Mario Balotelli nasceu e passou toda a sua infância na Europa. No entanto, por conta da cor da sua pele, o jogador afirmou ter sido vítima de racismo . Anti-racista e polêmico, o atacante do Nice sempre faz declarações polêmicas.

Leia também: Balotelli sobre pose estranha no vestiário: "Não é o que estão pensando, juro"

"Eu nasci e fui criado na Itália, mas as leis só me permitiram adquirir a nacionalidade aos 18 anos. Isto está errado. O país em si não é racista, mas há muitas pessoas que são e a mudança está nas mãos de todos. Se eu fosse branco, teria passado por menos problemas. Se fui eu que criei muitos deles? Claro que sim, mas teria sido desculpado muito mais rapidamente, eu não tenho dúvidas", afirmou Balotelli à revista francesa SO Foot .

Leia também: Balotelli detona declaração de Daniel Alves: "Não deveria ter dito essa m****"

Eleição do primeiro negro no Parlamento da Itália

Mario Balotelli é contra ideais políticos de partido de senador  que visa expulsar os imigrantes clandestinos da Itália
Divulgação
Mario Balotelli é contra ideais políticos de partido de senador que visa expulsar os imigrantes clandestinos da Itália

O atacante Mario Balotelli usou suas redes sociais para criticar a eleição de Toni Iwobi, o primeiro negro no Parlamento da Itália . Aos 62 anos, o senador é membro do partido ultranacionalista Liga Norte, liderado por Matteo Salvini. No entanto, sua militância gerou polêmica e muita controvérsia no país europeu.

De origem nigeriana, Toni Iwobi foi eleito por um partido no qual uma de suas principais ideias de governo é expulsar todos os imigrantes clandestinos do país. "Talvez eu esteja cego, ou talvez, eles não tenham dito a ele que ele ainda é negro . Mas que vergonha!", criticou Balotelli no seu perfil do Instagram.

Leia também: De Ferrari a 200km/h, Balotelli é multado ao tirar racha em estrada italiana

Pouco tempo depois da declaração do jogador do Nice, Matteo Salvini rebateu às críticas do atacante italiano. " Balotelli , já não gostava dele em campo, fora do campo gosto muito menos", disse. Por sua vez, Iwobi admitiu que é torcedor da Atalanta e da Inter de Milão, e assim, preferiu não entrar na polêmica , alegando que irá "ignorar" a declaração do atleta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.