Tamanho do texto

Segundo o La Nácion, Messi teve um discurso de apoio ao time durante o intervalo. No entanto, o tom virou de cobrança após o apito final.

Depois de sofrer uma goleada para a Espanha por 6 a 1, o vestiário da Argentina não teve um clima tranquilo. A derrota deixou todos os torcedores da seleção desconfiados com o que a equipe pode produzir na Copa do Mundo da Rússia. No entanto, segundo o jornal La Nación , Messi pode ser quem mais se irritou com o revés.

Leia também: Veja como as 32 seleções da Copa 2018 se saíram nos amistosos da data Fifa

Lionel Messi com o uniforme da Argentina
Reprodução
Lionel Messi com o uniforme da Argentina

O craque do Barcelona não entrou em campo no amistoso, mas viu das arquibancadas a pessíma atuação dos seus companheiros de seleção. Messi foi ao vestiário durante o intervalo e ao final da partida conversar com os companheiros. Segundo a publicação, a conversa após o primeiro tempo era de motivação, com elogios em alguns pontos. Já depois do apito final, o tom mudou.

O meia Lanzini, do West Ham, revelou que "Messi foi Incrível" durante a conversa no intervalo. O que ele disse? Sua mensagem se concentrava na parte positiva do que ele havia observado. Falou que a Argentina estava jogando de forma compacta, sem separar as linhas, e mantendo a posse de bola. Falou para a equipe ficar trocando passes, porque é isso que mais incomoda os espanhóis: pagar com sua mesma moeda. "Isso surpreendeu a todos", revelou o jogador. 

Leia também: No primeiro encontro após 7 a 1, Brasil vence Alemanha com gol de Gabriel Jesus

Relatos dizem que Messi foi quem mais instruiu a equipe durante o intervalo, organizando a equipe taticamente. Enquanto isso, Sampaoli apenas observava e fazia comentários pontuais. No entanto, parece que o time não ouviu os conselhos e o esquema armado. Perdendo por 2 a 1 após o final do primeiro tempo, levou mais quatro gols na segunda etapa.

Final da Partida

#VamosArgentina ¡Final del primer tiempo! #Argentina cae ante #España por 2 a 1.

Uma publicação compartilhada por Selección Argentina (@afaseleccion) em

Cerca de 12 minutos antes do final da partida, Messi chegou ao vestiário e ficou esperando os companheiros. Ele viu os jogadores chegarem como se estivessem acabados de serem espancados, todos cabisbaixos e envergonhados com a surra que levaram do time espanhol. Inclusive, Fabricio Bustos estava chorando enquanto deixava o gramado.

Leia também: Fora por três semanas, Tévez se machucou durante pelada em cadeia na Argentina

Com todos dentro do vestiário, o tom mudou. Não havia soluções imediatas possíveis porque o desastre em Madri havia terminado. Seu último discurso foi rápido, mas contundente. "Levantem as suas cabeças, porque isso não será esquecido", disse Messi , claramente chateado e irritado, antes de cumprimentar cada um dos companheiros.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.