Tamanho do texto

Zagueiro do time italiano foi encontrado morto no quarto do hotel em Údine

Davide Astori, da Fiorentina, morreu aos 31 anos de idade
Fiorentina/divulgação
Davide Astori, da Fiorentina, morreu aos 31 anos de idade

A procuradoria de Údine, na Itália, abriu nesta segunda-feira uma investigação por "homicídio culposo" - quando não há intenção de cometer o crime - sobre a morte do capitão da Fiorentina , Davide Astori, ocorrida no domingo. A declaração foi dada pelo procurador Antonio De Nicolo.

Leia também: Astori, zagueiro e capitão da Fiorentina, é encontrado morto em hotel

O zagueiro e capitão da Fiorentina foi encontrado morto em um quarto do hotel "La di Moret", onde estava toda concentrada a delegação da Fiorentina para o duelo contra a Udinese, pelo Campeonato Italiano. As primeiras informações da imprensa local diziam que o Davide Astori sofreu um ataque cardíaco enquanto dormia.

Após o jogador não ter aparecido para o café da manhã, o massagista do clube encontrou o corpo do zagueiro já sem vida em seu quarto. A morte do capitão do time italiano chocou o futebol mundial, sendo que todas as partidas das Séries A e B que seriam realizadas foram adiadas.

Homenagens na Itália

Além disso, diversas personalidades esportivas realizaram homenagens a Astori pelas redes sociais.

"Eu quase não expresso publicamente nenhum pensamento sobre uma pessoa, mas no seu caso, sinto que estou fazendo uma exceção à minha regra. Você tem uma jovem esposa e familiares que estão sofrendo, mas especialmente sua pequena garota, que merece saber que seu pai era em todos os aspectos uma pessoa PERFEITA", escreveu o goleiro da juventus, Gianluigi Buffon.

Leia também: Neymar, PSG e CBF tiveram reunião tensa para decidir sobre cirurgia, diz jornal

" Você era a melhor expressão de um mundo antigo e superado, em que valores como altruísmo, elegância, educação e respeito pelo próximo eram comuns. Parabéns, de fato, você foi uma das melhores figuras esportivas em que encontrei", acrescentou.

Ciao caro Asto, difficilmente ho espresso pubblicamente un pensiero riguardo una persona, perché ho sempre lasciato che la bellezza e l'unicità di rapporti, di reciproca stima e affetto, non venissero strumentalizzati o gettati in pasto a chi non ha la delicatezza per rispettare certi legami. Nel tuo caso, sento di fare un'eccezione alla mia regola, perché hai una moglie giovane e dei familiari che staranno soffrendo,ma soprattutto la tua piccola bimba, merita di sapere che il suo papà era a tutti gli effetti una PERSONA PERBENE.....una GRANDE PERSONA PERBENE....eri l'espressione migliore di un mondo antico, superato, nel quale valori come l'altruismo, l'eleganza, l'educazione e il rispetto verso il prossimo, la facevano da padroni. Complimenti davvero, sei stata una delle migliori figure sportive nella quale mi sono imbattuto. R.I.P. Il tuo folle Gigi.

Uma publicação compartilhada por Gianluigi Buffon (@gianluigibuffon) em

O zagueiro do Milan e companheiro de Astori na seleção italiana, Leonardo Bonucci, também prestou sua homenagem relembrando alguns dos momentos que ambos passaram juntos. "Uma pessoa leal, honesta e humilde", descreveu.

Outras personalidades, como o ex-zagueiro Paolo Maldini, o atacante Paulo Dybala e o ex-meio-campista Andrea Pirlo, também enviaram mensagens de condolências. O Empoli, um dos maiores rivais da Fiorentina, deixou a rivalidade para trás e prestou uma homenagem ao capitão da Viola.

Leia também: Lutador quase perde o olho ao ser atingido por taco de beisebol em combate

Para dar adeus a Astori, centenas de torcedores do Fiorentina se reuniram na frente do Estádio Artemio Franchi , em Florença, e fizeram uma procissão.

O zagueiro tinha 31 anos de idade e se profissionalizou em 2006, no Milan. Ao longo da carreira, vestiu as camisas do Cagliari e da Roma, além de ter defendido a seleção italiana em 14 partidas. Desde 2015 na Fiorentina, Davide Astori disputou 91 partidas e anotou três gols pelo clube italiano. Depois disso, após a saída de Gonzalo Rodríguez, em 2017, virou capitão.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.