Tamanho do texto

Bicampeão da Liga dos Campeões, Nottingham Forest vence por 4 a 2. Favorito, Arsenal entrou com reservas e não contou com principais estrelas

O Arsenal está fora da Copa da Inglaterra , o principal torneio mata-mata do país. Em jogo com dois pênaltis, gol irregular e expulsão, o Nottingham Forest derrotou o time de Arsène Wenger por 4 a 2 e se classificou para a quarta fase da competição. O bicampeão da Liga dos Campeões não derrotava o clube de Londres desde a temporada 96/97.

Leia também: Veja os prováveis números que Coutinho deve usar no Barcelona

Lichaj comemora o primeiro gol do Nottingham Forest sobre o Arsenal
Twitter/Reprodução
Lichaj comemora o primeiro gol do Nottingham Forest sobre o Arsenal

Mesmo defendendo o título conqustado na temporada passada, o  Arsenal escalou apenas reservas, do goleiro ao ponta esquerda. Mas o adversário, que não tem nada com isso, aproveitou para eliminar o time de Londres. O Nottingham Forest é apenas o 14º colocado na segunda divisão inglesa e está há 20 anos longe da Premier League.

Os azarões começaram melhor a partida, e teriam aberto o placar se não fosse por Ospina. O goleiro colombiano fez boas defesas aos 6 e aos 17 minutos para manter o zero no placar. Mas aos 20 ele nao conseguiu parar. Dowell cobrou falta bem fechada e o lateral direito Lichaj se antecipou ao arqueiro e abriu o placar.

Mas a vantagem não durou muito. O experiente zagueiro Mertesacker aproveitou rebote da cabeçada de Holding, que bateu na trave, e igualou o placar. Entretanto, o gol não mudou o paronama da partida. O Nottingham Forest continuou pressionando e Ospina continuava salvando o Arsenal com boas defesas.

Como diria o ditado: água mole em pedra dura... A zaga do Arsenal afastou a bola para a entrada da área. O próprio Lichaj, autor do primeiro gol, dominou no peito e chutou sem deixar a bola cair. Ela caprichosamente morreu no ângulo, sem nenhuma chance de defesa. Com o tento, o clube foi para o intervalo com a liderança no placar.

Leia também: Roberto Firmino é acusado de racismo na Inglaterra e pode pegar gancho pesado

Na volta do intervalo, o jogo se esfriou. Parecia que nada mais iria ocorrer. Até os 18 minutos da segunda etapa, quando Holding derrubou Cash dentro da área e o árbitro assinalou pênalti para o Nottingham Forest. Brereton cobrou bem, deslocou o goleiro Ospina e aumentou o sofrimentos dos torcedores do Arsenal.

O time de Londres continuava sem criar muitas chances, mas contou com uma falha bizonha do goleiro Smith para descontar. O arqueiro saiu do gol para uma defesa fácil, mas não conseguiu segurar a bola e soltou nos pés de Welbeck. O atacante inglês só empurrou para o gol vazio e fez 3 a 2.

Mas a felicidade e a possibilidade de uma reação se acabou em 5 minutos. Aos 38, Traoré avançou pela direita, driblou Mertesacker como se o alemão não estivesse ali e foi derrubado dentro da área por Debuchy. Mais uma penalidade para o clube da segunda divisão.

Polêmica

Foi ai que a polêmica aconteceu. Dowell foi para a cobrança, mas escorregou quando ia tentar a finalização com o pé esquerdo. A bola bateu no pé direito e foi no centro do gol. Entretanto, o juiz não viu os dois toques, foi consultar o assistente lateral e acabou confirmando o gol ilegal, mesmo com a reclamação dos jogadores do Arsenal.

Aos 43, o Nottingham Forest ainda ficou com um jogador a menos no gramado. O zagueiro Worall deu um carrinho por trás no meio de campo, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Mesmo assim, o Arsenal não conseguiu reverter o resultado e foi eliminado da Copa da Inglaterra por 4 a 2.

Leia também: Confira os 15 lugares mais incríveis e inusitados para jogar futebol pelo mundo

Os torcedores do Arsenal já colocam a culpa da eliminação no técnico Arsène Wenger, que escalou um time apenas com reservas e sem nenhum titular no banco. Atual campeão, o clube londrino foi eliminado na sua estreia da Copa da inglaterra, já que a competição prevê jogo único, se o mesmo não acabar empatado.


    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.