Tamanho do texto

Andrea Agnelli havia sido condenado a 12 meses de gancho pela Figc, mas suspensão foi revogada e ele terá apenas que pagar sanção de 100 mil euros

A Corte Federal da Federação Italiana de Futebol (Figc) declarou extinta a pena de 12 meses de suspensão imposta ao presidente da Juventus , Andrea Agnelli , por relações "não permitidas" com torcidas organizadas, embora ele tenha cumprido pouco mais de 80 dias de gancho.

Leia também: Jogo na Espanha termina com placar inédito de 47 a 0 e gera polêmica discussão

Pena de presidente da Juventus por ligação com 'ultras' foi extinta
Ansa
Pena de presidente da Juventus por ligação com 'ultras' foi extinta

Em 25 de setembro, o presidente da Juve havia sido condenado em primeira instância pela Figc a um ano de afastamento do futebol e multa de 20 mil euros, mas a Corte Federal decidiu encerrar a pena nesta segunda-feira (18), aplicando a Agnelli uma sanção de 100 mil euros.

Leia também: Paulinho já é mais artilheiro do que Cristiano Ronaldo; entenda

Segundo a justiça desportiva, o mandatário da Velha Senhora "ajudou e, de certa forma, endossou condutas ilícitas" por parte dos chamados "ultras", com o objetivo de manter um "bom relacionamento" com os torcedores. Isso incluía a cessão ilegal de ingressos para partidas da atual hexacampeã italiana.

Leia também: Kobe Bryant vai ser homenageado pelo Lakers e terá equipe do Warriors na plateia

Por outro lado, Agnelli foi absolvido de ligação com a máfia 'ndrangheta, que se infiltrou nas organizadas da Juventus para participar do mercado de revenda de ingressos. O contato com os ultras era feito por Rocco Dominello, condenado em julho passado a sete anos e nove meses de cadeia por associação mafiosa.

Leia também: Hamsik se iguala Maradona e vira o maior artilheiro da história do Napoli

"Essa sentença é um péssimo precedente. Eles quiseram monetizar a punição", criticou, em declaração à ANSA , o procurador federal da Figc, Giuseppe Pecoraro.

Outras punições

Além do presidente, a corte aumentou a multa contra a Juventus de 300 mil para 600 mil euros e impôs um jogo de portões fechados no setor dos ultras no Allianz Stadium, em Turim.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: futebol