Tamanho do texto

Resultado de 2 a 2 foi celebrado como um título pela torcida do Benevento, que conquistou seu primeiro ponto na história do Campeonato Italiano

Benevento empatou com o Milan com gol do goleiro Brignoli aos 50 minutos do 2º tempo
Twitter/Reprodução
Benevento empatou com o Milan com gol do goleiro Brignoli aos 50 minutos do 2º tempo

O domingo foi de estreia do ídolo Gennaro Gattuso no comando do Milan. Como adversário, o lanterna do Campeonato Italiano, que, em 14 jogos, não tinha sequer pontuado na competição - é o pior time entre todas as ligas nacionais da Europa. Tudo conspirava a favor do clube rossonero, mas se esqueceram de combinar com Alberto Brignoli .

Leia também: Os 5 jogos imperdíveis e os 5 menos atrativos da primeira fase da Copa 2018

Com um gol de cabeça aos 50 minutos do segundo tempo, o goleiro do pequeno Benevento garantiu um empate por 2 a 2 com o rico Milan e arrancou seu primeiro ponto na história do futebol italiano, um feito celebrado pela torcida local como se fosse um título.

Confira no vídeo o incrível gol do goleiro do Benevento

Jogando fora de casa, o clube de Milão até abriu o placar, aos 38 da etapa inicial, com uma cabeçada de Bonaventura, mas permitiu o empate logo no começo do segundo tempo, após Puscas aproveitar um rebote de Donnarumma dentro da área.

Sete minutos depois, Bonaventura cruzou na boca de gol, e Kalinic, sozinho, colocou o Milan novamente na frente. Porém tudo mudou aos 30 da etapa complementar, quando o juiz expulsou o zagueiro Romagnoli e deixou os visitantes com um a menos.

Leia também: Após lesão de zagueiro, Barcelona pode tirar Mina do Palmeiras já em janeiro

A partir daí, o Benevento aumentou a pressão para evitar sua 15ª derrota em 15 jogos na Série A, mas o gol só sairia aos 50, quando Cataldi cobrou falta da esquerda, e Brignoli, que tinha ido à área para tentar um milagre, se atirou de cabeça na bola e mandou para a rede.

"Fechei os olhos e saltei"

"Do banco de reservas, ouvi alguém gritar 'sobe, sobe'. Estava 2 a 1, não havia nada a perder. Fechei os olhos e saltei. Dei um pulo de goleiro, não de atacante." Essas foram as palavras do goleiro Andrea Brignoli após o histórico gol de cabeça que deu ao Benevento seu primeiro ponto na Série A, e justamente contra o Milan.

Festa pelo gol histórico

Após o apito final, a torcida dos "Feiticeiros" e os próprios jogadores celebraram o empate como se fosse um título. Há apenas dois anos, o Benevento, clube da região da Campânia, estava na terceira divisão, mas sua primeira temporada na elite era a transformação do sonho em pesadelo - em 14 jogos, o time não havia conquistado um ponto sequer, fizera apenas seis gols e sofrera 34.

Leia também: Jogador brasileiro da Suíça projeta estreia contra Brasil: "Que seja igual 1950"

O histórico tento de Brignoli também foi recebido com festa no San Siro, onde a torcida da Inter de Milão, que briga pelo título, explodiu em alegria após a notícia do empate, que mantém o Milan em uma distante sétima colocação, com 21 pontos, podendo ser ultrapassado por quatro times. Já o Benevento segue na lanterna, com um ponto, nove a menos que o primeiro clube na zona de rebaixamento.

"Preferia levar uma facada"

Gennaro Gattuso, treinador estreante, afirmou que preferia levar uma "facada" do que sofrer o empate com um gol de goleiro aos 50 minutos do segundo tempo. "Faz mal, era melhor levar uma facada do que esse gol. Nunca esperaria sofrê-lo aos 95, e do goleiro adversário", comentou um abatido Gattuso, que fez sua estreia no comando rossonero. "Agora é preciso entender o que aconteceu. Somos o Milan e devemos fazer mais".

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.