Tamanho do texto

Antonio Conte, Massimiliano Allegri e Roberto Mancini são outros nomes de impacto especulados na Azzurra

Carlo Ancelotti é o nome especulado para assumir a Itália após fracasso de não ir à Copa
Massimo Pinca/AP
Carlo Ancelotti é o nome especulado para assumir a Itália após fracasso de não ir à Copa

Após o desastre nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 , a Itália passa por, além de um momento de reconstrução, de sonhos e ambições de médio a longo prazo. Não participar do torneio da Fifa na Rússia é uma catástrofe que produziu o primeiro culpado nesta quarta-feira: Giampiero Ventura.

Leia também: Fora da Copa do Mundo, Itália será "sparring" de seleções campeãs em 2018

O homem que deveria relançar o futebol no país, mesmo tendo em mãos uma seleção jovem, não é mais o treinador da Itália . A saída de Ventura foi confirmada em uma manhã romana úmida e chuvosa, durante um telefonema do presidente da Federação Italiana de Futebol, Carlo Tavecchio, que avisou Ventura de que já "não precisava mais de seus serviços".

Leia também: Atletas criticam duramente as "múmias" da Federação Italiana após fracasso

O fim da história instalou uma crise técnica, com o banco de reservas da Azzurra deixados sem um comandante. Agora, abre-se um leque de novos nomes para o cargo. Alguns são novidades, como Vincenzo Montella e Luigi Di Biagio, atual técnico da seleção italianas Sub-21. Mas o sonho da Azzurra - inclusive com a confirmação de Tavecchio, que fala de "Temos um grande horizonte de treinadores para trazer a Itália" - continua a ser Carlo Ancelotti, que é um dos favoritos ao cargo, assim como Antonio Conte, Massimiliano Allegri e Roberto Mancini.

Salário alto

A trajetória para o ex-treinador da Juventus, Milan, Chelsea, PSG e Bayern de Munique é realmente duvidosa, não apenas por uma questão de dinheiro. Comandando a seleção italiana, Ancelotti sabe que pode ganhar muito menos do que em um clube - e o que não falta para ele são propostas - já que o técnico embolsa um salário alto, que gira em torno de 4 milhões de euros, valor semelhante ao de Conte.

Leia também: Buffon se despede da seleção italiana após eliminação da Copa: "Desgosto"

Ancelotti tem repetidamente deixado claro que quer se concentrar em um rejuvenescimento geral, já que está sem clube. Comparado ao seu antecessor Ventura, o novo treinador da Itália- independentemente do nome que será proposto pelo Conselho da FIGC na próxima segunda-feira, terá que reviver a Azzurra em meio de uma depressão profunda, com a "vantagem" de não poder fazer um trabalho pior do que Ventura. 

Os próximos compromissos da seleção da Itália estão sendo planejados para meados de 2018. Agora, é tempo de reiniciar um novo projeto. E disto, Ancelotti sabe muito bem.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.