Tamanho do texto

Brasileiro comentou sobre dúvidas e desconfianças que demais pessoas tinham sobre seu potencial, mas deixa claro: "consegui cumprir meu sonho"

Paulinho foi contratado pelo Barcelona em agosto de 2017
Reprodução
Paulinho foi contratado pelo Barcelona em agosto de 2017

Em agosto de 2017, Paulinho deixou o Guangzhou Evergrande, na China para ir ao Barcelona, que anunciou oficialmente a contratação do meia por 40 milhões de euros, o equivalente a R$151 milhões. A chegada na Catalunha ganhou destaque nos jornais locais logo após as primeiras partidas com a camisa 15. No entanto, em entrevista à revista oficial do clube, o brasileiro relembra a desconfiança que demais pessoas sentiam sobre sua carreira.

LEIA TAMBÉM: Companheiro de Barcelona rasga elogios a Paulinho: "Taticamente é um animal"

"Muita gente pensava que seria impossível que seria impossível retornar para a seleção do Brasil estando na China. Mas da mesma forma, pensavam ser impossível vir ao Barcelona porque eu jogava na China. Como eu falo, consegui cumprir meu sonho e estou disfrutando-o a cada dia", disse Paulinho à revista Barça .

Sobre atuar na equipe do Barcelona, o meia afirma que sempre foi um desejo. "Vestir a camisa do Barcelona é o sonho de muitos jogadores. Estar aqui é algo que sempre guardei para mim, nunca tinha dito nada. Mas sempre tive o sonho de jogar no Barça e consegui isso aos 29 anos", afirmou. "Desde o meu primeiro dia no Barcelona , fui recebido da melhor maneira possível. Tenho sido muito bem recebido por todos os jogadores da equipe. Nem eu e nem ninguém irá mudar a filosofia do Barça. Tenho que me adaptar as formas de jogo da equipe e pouco a pouco ir conhecendo os gostos dos companheiros", completou.

LEIA TAMBÉM: Para evitar deportação, Paulinho terá que cancelar contrato com rede de apostas

China

José Paulo Bezerra Maciel Junior chegou na China em 2015, quando deixou o Tottenham para ir ao Guangzhou Evergrande. Após duas temporadas no país asiático, o meia deixa muito claro o carinho que ainda sente pelo lugar.

"A China é um país que eu gostei muito. Professionalmente, consegui títulos com o Guanghzou Evergrande. É com certeza, um lugar muito diferente, com uma cultura completamente distinta da minha. Eu vivia em uma cidade muito grande, de 20 milhões de habitantes, como São Paulo. Haviam restaurantes com culinária de todos os países do mundo. Me faltava o arroz com feijão, o típico brasileiro, mas sempre encontramos maneiras de trazer do Brasil. Não posso me queixar, fui realmente feliz lá", contou.

Carreira

Aos 29 anos, o jogador ganhou destaque desde quando conquistou o título da Copa Libertadores e o Mundial de Clubes com o Corinthians, em 2012. Com o anúncio, ele retorna ao futebol europeu após passar pelo Tottenham, da Inglaterra, entre 2013 e 2015, quando se transferiu para o chinês Guangzhou Evergrande, comandado por Luiz Felipe Scolari, e se manteve em alto nível.

LEIA TAMBÉM: Neymar se irrita com notícias sobre situação no PSG e chora após Tite o defender

Paulinho participou da Copa das Confederações de 2013 e da Copa de 2014. Além disso, é um dos principais atletas do elenco da seleção brasileira e presença garantida na lista de Tite para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.  A chegada do meia se dá em um momento de transição para o Barcelona, que perdeu Neymar para o Paris Saint-Germain.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.