Tamanho do texto

Por questões preventivas após tensões separatistas, equipe do treinador Zinédine Zidane vai fazer a viagem até Girona com algumas mudanças

Zidane e sua equipe do Real Madrid vão chegar em Girona com ônibus alugado
Reprodução
Zidane e sua equipe do Real Madrid vão chegar em Girona com ônibus alugado

No próximo domingo (29), o Real Madrid vai visitar o Girona no estádio Montilivi pela décima rodada do Campeonato Espanhol . Esta será a primeira ida do time da capital espanhola à Catalunha depois das tensões políticas que alarmaram a região por conta da tentativa de dependência da região. Por conta disso, a equipe de Zinédine Zidane vai estar com a segurança reforçada.

LEIA TAMBÉM: Brasil pode ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2030; entenda

De acordo com o jornal espanhol Marca , as autoridades de segurança do Real Madrid estão em "alerta máximo" para qualquer possibilidade de risco durante a viagem. Por questões preventivas, não será o ônibus oficial que transportará a equipe. O veículo que normalmente faz as viagens do time é decorado com escudos do clube e assim, podem chamar muita atenção. Assim, Cristiano Ronaldo e companhia vão estar dentro de um ônibus alugado e com cores neutras.

LEIA TAMBÉM: Fifa pode mudar regra e permitir que jogadores defendam mais de uma seleção

Um outro fator alegado pela equipe de segurança é em relação à partida da Liga dos Campeões contra o Tottenham, que acontece três dias depois. O jogo será realizado em Londres e a intenção do clube de Madrid é de chegar com seu ônibus oficial.

Em Girona , município da Catalunha localizado à cerca de 100 km de Barcelona, a expectativa é de que a comissão técnica e jogadores cheguem de avião. Mas ainda segundo a publicação, qualquer plano pode sofrer alteração com base nos acontecimentos da região.

LEIA TAMBÉM: Jogadores ficam indignados com regra no clube: "Sabem até quando fazemos sexo"

Separação da Catalunha

Após o Parlamento da Catalunha aprovar a lei que garante o direito da região a realizar um plebiscito para se separar da Espanha, um clima de tensão foi instaurado no país. A região tem pouco mais de 7,5 milhões de habitantes, e sua independência causaria muitos problemas econômicos e políticos para a Espanha, já que a região responde por 19% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, principalmente nos setores de exportação, indústria e turismo. No entanto, uma eventual ruptura catalã afetaria também o futebol espanhol. 

Atualmente, apenas três clubes da Catalunha disputam a elite do futebol espanhol : Barcelona, Espanyol e Girona, aversário do Real Madrid. Já na segunda divisão, estão Gimnàstic de Tarragona e Reus Deportiu.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais