Tamanho do texto

Suspeita é de que o zagueiro Antonio Rüdiger tenha sido chamado de 'macaco' por torcedores italianos; julgamento será no dia 16 de novembro

A Uefa abriu uma investigação, nesta sexta-feira, para apurar possíveis ofensas racistas da torcida da Roma contra o zagueiro alemão Antonio Rüdiger, durante a partida contra o Chelsea pela Liga dos Campeões da Europa, em Stanford Bridge, na última quarta-feira.

Leia também: Jogador leva pancada e deixa o campo com a cabeça jorrando sangue; assista

Dzeko corre para a torcida da Roma após marcar um dos gols diante do Chelsea; Uefa investigará suposto racismo dos italianos
Reprodução/Twitter/Florenzi
Dzeko corre para a torcida da Roma após marcar um dos gols diante do Chelsea; Uefa investigará suposto racismo dos italianos

Ex-jogador giallorosso e hoje atleta do clube londrino, o defensor teria sido chamado de "macaco" durante o confronto pelos torcedores da Roma. Segundo a Uefa , foram abertos procedimentos disciplinares contra a equipe italiana, e o caso será julgado no dia 16 de novembro.

Nascido da Alemanha, mas de ascendência africana, Rüdiger, de 24 anos, atuou pela Roma em duas temporadas, mas foi vendido para o Chelsea nesta temporada. Na última quarta-feira, as duas equipes empataram por 3 a 3, em Londres.

Leia também: Atletas do Chile criam grupo de WhatsApp sem Bravo e colocam nome que o ironiza

Juventus campeã em arrecadação na Uefa

Com 110,4 milhões de euros (cerca de R$ 414,6 milhões), a Juventus foi o clube que mais arrecadou com recursos da Uefa na temporada passada. O clube de Turim superou o Leicester City, da Inglaterra, que ficou em segundo lugar, com 81,7 milhões de euros (R$ 307 milhões), e o Real Madrid, que, mesmo vencendo a Liga dos Campeões, ficou em terceiro, ao receber 81 milhões de euros (R$ 304 milhões).

Entre as outras equipes italianas, o Napoli ganhou 66 milhões de euros (R$ 248 milhões), e a Roma, eliminada nos playoffs, levou 13,6 milhões (R$ 51 milhões).

Leia também: Adriano Imperador se diz vítima de macumba: "Sei que é de mulher"

O dinheiro arrecadado pelos clubes vem de bonificações dentro da competição, como jogos ganhos ou passagens de fase, e direitos televisivos. A Uefa precisou desembolsar mais de 1 bilhão de euros (R$ 3,7 bilhões) para as 32 equipes que disputaram a fase de grupos da Liga dos Campeões na temporada passada.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: futebol