Tamanho do texto

Canção entoada durante o duelo contra o Peru ainda faz referência à Guerra das Malvinas; torcedores pretendem levar a música para a Copa da Rússia

A situação da Argentina não é nada fácil e a seleção bi mundial corre o risco de não conseguir se classificar para a Copa do Mundo de 2018 - seria a primeira vez desde a Copa de 1970. Entretanto, isso não impede que os fanáticos torcedores continuem com as provocações aalguns de seus rivais, os ingleses, alemães e, claro, brasileiros.

Leia também: Cadela salva-vidas é homenageada no México e assiste jogo das Eliminatórias

A torcida da Argentina fez linda festa em La Bombonera e criou uma nova música
REPRODUÇÃO/TWITTER/CONMEBOL
A torcida da Argentina fez linda festa em La Bombonera e criou uma nova música

Uma nova música foi cantada pelos argentinos na última quinta-feira na Bombonera no duelo contra o Peru e os torcedores pretendem levar à Rússia, caso sua seleção se classifique. A letra fala sobre defender as cores do país até a morte e lembra da Guerra das Malvinas, quando exércitos dos ingleses e dos 'hermanos' se enfrentaram pelo controle de ilhas próximas à Argentina , em 1982.

Leia também: Em carta aberta, veteranas da seleção pedem mais espaço às mulheres na CBF

Confira a tradução da letra e assista

Os ingleses botamos para correr para todo lado
Os alemães têm medo de cruzar com a gente
Ah, brasileiro, não sabes o que te espera
Quando vieres jogar na Bombonera

Pelas cores da minha pátria dou a vida
Como fizeram os soldados nas Malvinas
Quando morrer não quero flores
Quero uma bandeira que tenha essas cores

E vamos vamos, seleção
E vamos vamos, seleção

Vale ressaltar que durante a Copa de 2014, no Brasil, os argentinos conseguiram fazer a canção "Brasil, decime qué se siente" virar hit e ser a mais ouvida durante o Mundial. A letra fazia provocações aos brasileiros e terminava dizendo que Maradona é maior do que Pelé.

Leia também: Gabigol nega desejo de voltar ao Brasil em janeiro: "Estou feliz no Benfica"

Na atualidade, para que a música chegue até o território russo, a Argentina precisa vencer o Equador, já eliminado, em Quito, na próxima terça-feira. De acordo com o site Chance de Gol, a seleção de Messi tem 43% de chance de se classificar.

    Leia tudo sobre: futebol