Tamanho do texto

Alex Morgan, ouro com a seleção norte-americana nos Jogos de Londres, se envolveu em uma discussão em um bar na região do Reino Unido do Epcot

A atacante da seleção de futebol dos Estados Unidos , Alex Morgan , foi expulsa do parque Epcot , que faz parte do complexo de entretenimento da Walt Disney World, em Orlando, na Flórida, por conta de uma discussão em um bar na parte temática do Reino Unido. A informação é da polícia local.

Leia também: Rússia constrói arquibancadas fora de estádio para atender exigência da Fifa

Alex Morgan, atacante da seleção dos Estados Unidos, foi expulsa de parque da Disney após confusão em bar
Divulgação
Alex Morgan, atacante da seleção dos Estados Unidos, foi expulsa de parque da Disney após confusão em bar

O incidente aconteceu no último domingo e a atacante estava com outros dois jogadores, Giles Barnes e Donny Toia, ambos do Orlando City. De acordo com uma publicação do jornal britânico The Guardian , o trio discutiu com outro grupo de pessoas, e a polícia foi acionada e os advertiu. Morgan é esposa de outro atleta da equipe local, Servando Carrasco.

Antes da confusão, a atleta de 28 anos havia publicado em seu Instagram uma foto em que ela estava com um grupo grande de pessoas na Disney . A legenda parece indicar que Morgan e seus amigos estavam envolvidos em uma disputa popular de beber no parque, no qual os participantes tomam uma bebida em cada uma das zonas temáticas do local.

Leia também: Cristiano Ronaldo relembra início no futebol: "Eu chorava quase todos os dias"

Annual around the world in 8 hours. No big.

Uma publicação compartilhada por Alex Morgan (@alexmorgan13) em

Carreira

Alex Morgan é uma das principais jogadores do futebol norte-americano. Em 2012, ela foi eleita a terceira melhor jogadora do mundo, atrás da compatriota Abby Wambach e da brasileira Marta. Conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 e a Copa do Mundo em 2015. No ano passado, ela estrelou a capa do jogo de videogame Fifa, ao lado de Lionel Messi, nas versões americanas.

Leia também: Clube da Alemanha anuncia atriz pornô como sua nova patrocinadora de camisa

A jogadora também foi importante no papel de tentar salários melhores para as mulheres que jogam futebol. "Para forçar uma mudança às vezes você precisa de levantar. Não temos medo. Para evoluir o jogo das mulheres precisamos fazer o que é necessário. Sinto que outras equipes nacionais estão de olho na nossa orientação", afirmou a atacante ao The Guardian este ano.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: futebol