Tamanho do texto

Santiago tinha apenas seis anos e foi uma das mais de 300 vítimas do terremoto que atingiu o México na última semana; craque respondeu

Mais de 300 pessoas morreram em decorrência do terremoto que atingiu o México na semana passada, entre elas, muitas crianças. A mãe de uma delas, Santiago, de apenas seis anos, resolveu escrever uma carta emocionante para Cristiano Ronaldo, o maior ídolo do seu filho.

Leia também: Guardiola é flagrado dando instruções a gandula durante jogo do City

Cristiano Ronaldo homenageou criança que era sua fã e todas as vítimas do terremoto que atingiu o México
Reprodução/Twitter/Cristiano
Cristiano Ronaldo homenageou criança que era sua fã e todas as vítimas do terremoto que atingiu o México

A carta foi publicada na íntegra pelo jornal português A Bola e, em nenhum momento, a mãe do garoto pediu dinheiro ou qualquer tipo de doações, ela apenas agradeceu o português pelo que ele foi na vida do seu filho, que escrevia Cristiano Ronaldo em vários lugares e utilizada o nome do craque como senha de seu e-mail.

"Sei que é uma pessoa muito ocupada, mas espero que venha a saber, pelo menos, o quanto o meu filho o admirava como se fosse um pai. Obrigado por existir", escreveu. "A única coisa que quero é que você saiba que o grande sonho do meu filho era conhecê-lo".

Leia também: Neymar se vê isolado no PSG após polêmica com Cavani, informa jornal

Em resposta, muito possivelmente após ter lido a carta, o atacante português publicou uma foto em seu Twitter e homenageou o garoto, que tinha seis anos. "Neste momento de dor, envio à família de Santiago e a todas as famílias que perderem seus entes queridos um enorme abraço", publicou.

Leia a carta na íntegra abaixo

"Senhor Cristiano Ronaldo,

Escrevo-lhe cheia de dor, o meu filho Santiago Flores Mora perdeu a vida no colégio Enrique Rébsamen. Hoje era o seu aniversário, faria 7 anos. O motivo que me leva a escrever-lhe é porque o meu filho era mais do que um simples admirador seu. Escrevia o seu nome em todo o lado e dizia que se chamava Santiago Flores Mora Cristiano Ronaldo.

Numa camisa branca, com uma caneta, escreveu o seu nome e colocou o número 7. Sempre que era lavada, ele escrevia de novo. Era o uniforme dele.

Agora que Deus o levou, a única coisa que quero é que você saiba que o grande sonho do meu filho era conhecê-lo. Infelimente, e digo-o com profunda dor, não terei dado, em vida, a importância devida sobre o amor que ele sentir por ti.

A última coisa que ele me disse antes de ir para a escola naquele dia foi: 'Hoje vou fazer o meu melhor jogo. Será um clássico Real Madrid x Barcelona, e eu sou o Cristiano Ronaldo. Vou fazer com que minha equipe dê uma lição no Barça'.

Criamos uma conta de e-mail para a aula de informática, e o endereço que pediu foi 'santifcristianofm', a senha era cristianoronaldo. A admiração que tinha por ti era única.

Quando lhe perguntava o que queria ser quando fosse grande, respondia-me que queria ser professor de história como o pai e o melhor jogador do mundo como Cristiano Ronaldo. Eram os dois grandes exemplos dele.

Sei que é uma pessoa muito ocupada, mas espero que venha a saber, pelo menos, o quanto o meu filho o admirava como se fosse um pai. Obrigado por existir."

Leia também: Cavani rejeita R$ 3,7 milhões para abrir mão das cobranças de pênaltis

Cristiano Ronaldo tem tido um começo de temporada apagado e o seu próximo compromisso em campo será diante do Borussia Dortmund, fora de casa, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.