Tamanho do texto

Goran Lenac era uma figura bastante conhecida em Montenegro, país da Europa, e tinha apenas 33 anos de idade

O futebol montenegrino está de luto por conta da morte do goleiro Goran Lenac , de 33 anos de idade. Ele participava de uma sessão de treinamentos ao lado de um amigo nas instalações do FC Bokelj, clube da cidade de Kotor e que joga na 2ª divisão do país, e foi assassinado com um tiro na cabeça.

Leia também: Schumacher está "muito fraco" e família cogita seguir tratamento nos EUA

O goleiro foi levado para o hospital da região ainda com vida, mas em condição bastante crítica, não resistindo aos ferimentos quando chegou ao local. De acordo com a imprensa de Montenegro, a polícia acredita que o criminoso conhecia bem o local, já que conseguiu escapar sem ser notado. As buscas pelo assassino continuam.

Leia também: Ex-jogador da seleção foi morto por policial; motivo do crime foi passional

Goleiro Goran Lenac morreu aos 33 anos de idade com um tiro na cabeça
Twitter/Reprodução
Goleiro Goran Lenac morreu aos 33 anos de idade com um tiro na cabeça

Goran Lenac era uma figura bastante popular na região, por isso sua morte foi um choque para os moradores da cidade. Apesar de ter apenas 33 anos de idade, o jogador estava afastado dos gramados há alguns meses e fazia treinos regulares para mater a forma física. Ele atuou por muitos anos com a camisa do  FC Bokelj .

Os jogadores do atual elenco e ex-companheiros do arqueiro comentaram a morte do ídolo revelando que Lenac era um atleta comprometido e que muitas vezes ajudava a financiar o desenvolvimento de jovens jogadores com dinheiro do próprio bolso.

No Brasil

Na noite da última segunda-feira, o ex-jogador da seleção brasileira de hóquei sobre patins Matheus Garcia Vasconcelos Alves foi morto na cidade de São Vicente, no litoral de São Paulo. A princípio, a suspeita era de que o fato tratava-se de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Mas de acordo com informações do jornal local "A Tribuna", o motivo foi crime passional.

Leia também: Após eliminação, torcedores do Santos entram em confronto com polícia na Vila

A exemplo do que aconteceu com o goleiro de Montenegro, Matheus também foi assassinado com um tiro na cabeça. O soldado Jarbas Colferai Neto, de 23 anos de idade, foi preso pela Polícia Civil e confirmou o crime informalmente. O PM estava desconfiado de que sua companheira tivesse um caso amoroso com o ex-jogador e armou uma cilada para se encontrar com o atleta.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.