Tamanho do texto

"Trata-se de um bonito desafio para alguém cujo maior sonho era apitar na Bundesliga", afirmou Bibiana Steinhaus, árbitra de 38 anos

Filha de um árbitro, a policial Bibiana Steinhaus se tornou, neste domingo, a primeira mulher a apitar um jogo em uma das principais ligas europeias. A partida foi entre Hertha Berlin e Werder Bremen, pela terceira rodada do Campeonato Alemão , e terminou empatada em 1 a 1.

Leia também: Clubes da Itália apoiam mudança em janela de transferências para 2018

A estreia de Steinhaus, por sinal, foi muito boa e ela acertou em um lance crucial. Em certo momento, um jogador do Hertha foi derrubado na entrada da área e a falta levaria perigo, a árbitra , no entanto, deixou o jogo seguir, sem afobação, e a bola sobrou limpa para Leckie abrir o placar.

Bibiana Steinhaus fez história e se tornou primeira árbitra a apitar na elite do futebol alemão
Reprodução/Instagram
Bibiana Steinhaus fez história e se tornou primeira árbitra a apitar na elite do futebol alemão

Em certos momentos, alguns jogadores chegaram a reclamar com a juíza, mas ela se posicionou de forma correta e não deu papo para eles.

O presidente da Federação Alemã de futebol, Reinhard Grindel, elogiou a postura do comitê de arbitragem ao escalar uma mulher para apitar. "Quero dar os meus parabéns ao comitê de arbitragem, cuja decisão mostra que se alguém trabalhar bem pode ter sucesso independentemente do sexo", disse.

Leia também: Diretor da Roma, Francesco Totti se matricula em curso da Uefa para ser técnico

A árbitra também falou sobre essa nova fase em sua carreira. "Trata-se de um bonito desafio para alguém cujo maior sonho era apitar na Bundesliga", afirmou. O Hertha Berlin também se manifestou e desejou sorte antes da partida em postagem no seu Instagram.

Problemas passados

Em 2015, quanto apitou um jogo entre Fortuna de Dusseldord e Estugarda, pela segunda divisão alemã, a juíza teve problemas em campo por ser mulher. Na ocasião, Kerem Demirbay foi expulso e reagiu de forma malcriada. Em seguida, falou, de forma infeliz, que "mulheres não devem apitar jogos de futebol".

A Federação Alemã se posicionou e suspendeu o atleta por cinco jogos. Posteriormente, ele pediu desculpas públicas. Steinhaus tentou ser jogadora e atuava como zagueira, mas isso não deu certo e ela se tornou policial.

Leia também: Agora no PSG, Mbappé revela que rejeitou proposta do Manchester City

A árbitra começou a trabalhar em campo em 1999 e em 2005 entrou para o quadro da Fifa. Ela já apitou final olímpica e da Copa do Mundo feminina e passou a apitar na segunda divisão em 2007. Ao chegar na elite e realizar seu sonho, ela se junta a um grupo que tem mais 23 juízes.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.