Lance


Lance do jogo
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Lance do jogo

O sábado foi de muitas emoções para os torcedores de Corinthians e Botafogo. Nesta noite, as equipes ficaram no empate, em 2 a 2, no jogo de estreia do novo nome da arena do Timão. A partida foi cercada de polêmica, com um gol anulado para o time da casa e um pênalti contestado para os visitantes.

O marfinense Kanou - importante contratação do Glorioso para esta temporada - fez seu primeiro gol em solo brasileiro. Pelo Alvinegro paulista, brilhou a estrela de Jô nos acréscimos do segundo tempo.

Veja como foi a partida na Neo Química Arena!

Pênalti para o Corinthians
O primeiro gol da casa do Corinthians com seu novo nome aconteceu depois de um lance polêmico. Logo após receber lançamento de Fagner dentro da área, o atacante Gustavo Mosquito recebeu o contato do zagueiro Marcelo Benevenuto e o árbitro assinalou a penalidade. Na cobrança, Fagner chamou a responsabilidade e bateu firme no canto, sem chances de defesa.

Os botafoguenses reclamaram bastante da jogada. Isto porque, o árbitro não consultou o VAR na beirada do campo e o contato entre os jogadores não foi conclusivo. Ainda por cima, Benevenuto ficou amarelado na partida.

Empate do Fogão
A vantagem corintiana na partida durou apenas dez minutos. Ainda antes da metade do primeiro tempo, Fagner cometeu falta na entrada da área, mais próximo à lateral do campo. Na cobrança, Bruno Nazário foi inteligente e bateu direto para o gol defendido por Cássio. Desatento, o goleiro do Timão só viu a bola quando ela já estava próxima ao gol: 1 a 1 na Neo Química Arena.

Domínio do Glorioso
Do gol do Botafogo até o fim do primeiro tempo, a equipe do Rio de Janeiro foi superior na partida. Com Matheus Babi e Kalou segurando a bola no ataque, o Fogão conseguiu triangular pelas beiradas e entrar com facilidade na área do Corinthians. Apesar disso, o Timão conseguiu se defender e foi para o intervalo com a igualdade no marcador.

Duas vezes o Corinthians no 'quase'
O nível técnico do futebol apresentado no segundo tempo ficou muito longe do esperado. Mesmo assim, o Corinthians conseguiu arrancar emoção de sua torcida em duas oportunidades. Primeiro, o centroavante Jô ganhou uma dividida dentro da área, fez um belo e trabalho de pivô e, ao limpar a marcação, carimbou o pé da trave de Gatito Fernández.

No minuto seguinte, o Corinthians teve uma falta em seu campo de ataque - mais próxima do meio de campo do que da área adversária. O venezuelano Otero decidiu arriscar, acertou o gol e o goleiro botafoguense precisou fazer a defesa em dois tempos. Por muito pouco, o Timão não faz o segundo.

Brilha a estrela do marfinense
Contratação de peso do Botafogo para esta temporada, o marfinense Kalou marcou seu primeiro gol pelo Glorioso neste sábado. Depois de receber passe de Rhuan, o marfinense dominou a bola, invadiu a área e, mesmo desequilibrado, conseguiu dar um toque sutil na bola para fazer o segundo do Fogão na Neo Química Arena.

VAR frustra o Corinthians
O Corinthians até que conseguiu encontrar o empate no fim da partida. Curiosamente, o baixinho Otero - de 1,65m de altura - subiu até o segundo andar e cabeceou firme em direção ao chão. Na jogada, no entanto, o atacante Jô cometeu falta em Benevenuto e - após chamada do VAR - Rafael Traci anulou o gol do Alvinegro.

Jô salva o dia
Formado no Terrão do Corinthians, o atacante Jô é a cara do clube do Parque São Jorge. E foi justamente dele, o gol que salvou o Timão na partida contra o Botafogo na Neo Química Arena. Aos 48 minutos do segundo tempo, Léo Natel invadiu a área pela direita, cruzou rasteiro e encontrou o pé de Jô. O centroavante mandou a bola para o fundo da rede e garantiu o ponto em casa para o clube do Parque São Jorge.

CORINTHIANS 1x2 BOTAFOGO
FICHA TÉCNICA


Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data e horário: 5 de setembro de 2020, às 19h
Árbitro: Rafael Traci (Fifa/SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Salim Fende Chavez (SP)

Renda/Público: Portões fechados
Gols: Fagner (1-0, 11'/1ºT), Bruno Nazário (1-1, 21'/1ºT), Kanou (1-2, 29'/2ºT) e Jô (2-2, 48'/2ºT)

Cartões amarelos: Cantillo, Mateus Vital e Araos (COR); Marcelo Benevenuto (BOT)
Cartão vermelho: Não houve.

CORINTHIANS (Técnico: Tiago Nunes)
Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Lucas Piton; Camacho, Cantillo (Otero, no intervalo) e Araos (Mateus Vital, aos 10'/2ºT); Ramiro (Boselli, aos 40'/2ºT), Jô e Gustavo Mosquito (Léo Natel, aos 25'/2ºT).

BOTAFOGO (Técnico: Paulo Autuori)

Gatito Fernández; Kevin, Marcelo Benevenuto, Rafael Forster, Kanu e Guilherme Santos; Caio Alexandre (David Sousa, aos 49', 2ºT), Honda e Bruno Nazário (Rhuan, aos 25'/2ºT); Kalou e Matheus Babi (Matheus Nascimento, aos 33'/2ºT).

    Veja Também

      Mostrar mais