Lance


Lances do jogo
Divulgação
Lances do jogo

Santos e Vasco empataram em 2 a 2 nesta quarta-feira (02), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro. O Peixe esteve duas vezes à frente do placar, mas em ambas cedeu a igualdade ao cruz-maltino.

Os dois tentos marcados pelos cariocas tiveram a consulta da arbitragem de vídeo, gerando muitas reclamações dos santistas, que teve marcações decisivas contrárias em quatro das sete partidas neste Brasileirão. Nos dois casos a interferência do VAR foi acertada.

Santos tático no primeiro tempo

Diferentemente da partida contra o Flamengo, no último domingo (30), o Santos não fez tanta pressão ofensiva contra o Vasco da Gama. No entanto, o Peixe foi aplicado taticamente no primeiro tempo. Trocando mais passes e dominando o meio-campo, setor mais carente do clube até essa altura da temporada, o Alvinegro Praiano abriu o placar aos 21 minutos. Após a defesa cruz-maltina cortar a cobrança uma cobrança de escanteio pela direita, a bola sobrou para Soteldo pela esquerda, que cruzou na cabeça de Lucas Veríssimo, que abriu o placar.

O Santos pouco criou na etapa inicial. Após marcar, a única chegada de perigo foi em uma jogada individual de Soteldo pela esquerda, que cortou para o meio, mas bateu fraco, sem perigo a Fernando Miguel.

Vasco oportunista

Com Germán Cano recebendo bola em diagonal na entrada da grande área, pelo lado esquerdo, o Vasco acertou a trave nos primeiros segundos da partida. Se imaginou, portanto, que o time carioca iria pra cima do Peixe, o que não aconteceu. O Alvinegro Praiano fechou os espaços do adversário e limitou a criatividade do Gigante da Colina.

Contudo, aos 41 minutos de jogo, o Vasco aproveitou a bola parada. Em escanteio cobrado pela esquerda, Ygor cabeceou para a pequena área e Fellipe Bastos completa para o gol. Inicialmente o assistente assinalou impedimento, mas o lance foi checado pelo VAR, que confirmou o tento vascaíno.

Santos aperta no segundo tempo

O que faltou de pressão para o Santos no primeiro tempo, sobrou nos minutos iniciais do segundo. Nos primeiros minutos, o Peixe criou duas boas oportunidades, uma delas em falta frontal pela esquerda, com Soteldo exigindo uma boa defesa de Fernando Miguel. Aos 17 minutos da etapa final, um novo tiro livre próximo a área, mas dessa vez pela direita, dessa vez Marinho cobrou com perfeição e ampliou para o Peixe.

VAR novamente em ação

Após marcar o gol o Santos diminuiu o ritmo ofensivo, o Vasco passou a ganhar campo, mas não criava oportunidades claras de gol. Porém, aos 28 minutos do segundo tempo, o VAR entrou novamente em ação contra o Peixe. Assim como no primeiro gol, o lance iniciou em uma bola parada, com escanteio cobrado pelo lado direito e o volante Alison, que iniciou a partida como zagueiro, levou a mão a bola e consultado o monitor a arbitragem assinalou pênalti. Germán Cano bateu no canto direito do goleiro João Paulo, que foi na bola, mas não defendeu.

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 02/09/2020, às 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Assistentes: Hélton Nunes (SC) e Éder Alexandre (SC)
Árbitro de vídeo: Heber Roberto Lopes (SC)
Público/renda: sem público
Cartões amarelos: Jobson e Diego Pituca (Santos); Miranda (Vasco)
​Cartões vermelho: -

GOLS: 1-0 Lucas Veríssimo (21'/2T); 1-1 Fellipe Bastos (41'/2T); 2-1 Marinho (14'/2T); 2-2 Cano (28'/2T)

SANTOS: João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Alison (Lucas Braga, 45'/2T) e Felipe Jonatan (Jean Mota, 35'/2T); Jobson (Luan Peres, intervalo), Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho, Raniel (Kaio Jorge, 35'/2T) e Soteldo. Técnico: Cuca.

VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Marcelo Alves, Miranda e Henrique; Andrey, Fellipe Bastos (Carlinhos, 44'/2T), Juninho (Lucas Ribamar, 17'/2T), Martin Benitez (Neto Borges, 44'/2T) e Ygor (Bruno César, 29'/2T); Germán Cano (Guilhereme Paredes, 29'/2T). Técnico: Ramon Menezes.

    Veja Também

      Mostrar mais