Santista morto no confronto
Reprodução
Santista morto no confronto

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo confirmou que um palmeirense de 21 anos, que atirou e matou dois torcedores do Santos na noite de domingo , em Mauá, foi preso. 

Ele foi encaminhado à Cadeia Pública de Santo André, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Segundo informações da polícia,  um grupo de torcedores do Palmeiras estava reunido bebendo na avenida quando um grupo de torcedores do Santos se aproximou e foi iniciada uma briga generalizada.

Durante a confusão, um palmeirense sacou uma arma e atirou em três santistas. Um deles foi atingido de raspão, mas os outros dois morreram, sendo que um deles já teve o nome confirmado e trata-se de Higor Matias Toledo.

Após o ocorrido, o acusado tentou fugir, porém, o carro em que estava foi abordado pela Polícia Militar e ele confessou o crime. Outros dois palmeirenses que estavam com ele prestarem depoimento à polícia e foram liberados.

Em depoimento, o detido afirmou que estava em menor número no confronto e, para defesa própria, sacou a arma de fogo para tentar fugir das agressões.

    Veja Também

      Mostrar mais