Lance


Igor Gomes
Twitter/Reprodução
Igor Gomes

A vitória do São Paulo não acalmou os ânimos no Moeumbi.  O empresário Wagner Ribeiro, que pertence ao escritório que cuida da carreira de Igor Gomes, deu sequência à troca de farpas com Fernando Diniz e disse na noite deste domingo que o jovem perdeu a vaga no time titular do São Paulo por "vingança".

No sábado, Wagner fez uma postagem em seu Instagram criticando o técnico do Tricolor por "coloca o pulmão do time (Igor Gomes) para jogar de ponta e de costas", "colocar o lateral da Seleção Brasileira e ex-Barcelona de meia", "perder o pulso" e "trabalhar o São Paulo como se fosse o Audax". Diniz respondeu após a vitória por 1 a 0 sobre o Sport:

- O Igor não tem nada a ver com seu empresário, tenho certeza que faço mais pelo Igor que o seu empresário, certeza absoluta - disse o técnico.

Pouco depois, em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, Wagner reforçou as críticas.

- Postei isso ontem de manhã e ontem à tarde ele tirou o jogador. Já teve a vingança dele, uma coisa ridícula. Quando li ontem na internet que ele estava sendo sacado, fiquei realmente preocupado. Falei: "poxa, o treinador sacou o jogador pelo que postei?". Quem falou aquilo fui eu, não foi o Igor. Acho isso uma forma muito mesquinha de trabalhar. O empresário fala por ele próprio. E eu também falei como torcedor - declarou o agente, que descartou oferecer Igor Gomes no mercado europeu por causa da confusão.

- O Igor joga no meio de campo e foi colocado pelo Diniz na ponta e recebendo de costas. Falei como torcedor. O São Paulo é muito cobrado, tem uma torcida diferente do Audax. Diniz é um treinador mediano em um grande clube, está fazendo péssimo trabalho. O que ele fez (pelo Igor)? O garoto está conosco há muitos anos. Levamos o Igor para Cotia quando o Diniz nem imaginava trabalhar no São Paulo. O Fernando Diniz não tem a cara do São Paulo. Ele é treinador para clube pequeno.

    Veja Também

      Mostrar mais