Pedrinho
Divulgação
Pedrinho

A pendência em relação ao pagamento de Pedrinho, ex-jogador do Corinthians, finalmente está perto do fim.

No final da tarde de hoje (horário de Portugal), o empresário do meia, Will Dantas, se reuniu com representantes do Benfica e acertou as questões em aberto entre as partes. Em contato com a reportagem do iG, o empresário, que está em Portugal, revelou que "em cinco minutos" acertou tudo.

De acordo com ele, Pedrinho será registrado "entre hoje e amanhã" pelo Benfica, com o clube português passando assim a ser obrigado a fazer o pagamento da primeira parcela em até 10 dias. Na reunião, entretanto, ficou acertado que essa primeira quantia será paga somente em agosto de 2021.

Porém, o fato não afeta o Corinthians. Como precisa urgente do dinheiro para quitar pendências com o elenco, o clube fará a antecipação do valor total junto a um banco, que só aguarda o registro do jogador sair no TMS, que é o sistema internacional de transferências gerido pela Fifa, para liberar o montante.

Como divulgado pelo iG, o registro ainda não tinha sido liberado ao alvinegro por pura "birra" dos portugueses. Segundo o site Meu Timão, o valor inicial de 20 milhões de euros negociado em março foi cortado para 18 milhões. O Corinthians, porém, se beneficia da valorização da moeda europeia e lucra ainda mais com a venda de Pedrinho.

Apesar de se tratar de negócios totalmente distintos, o problema começou com a devolução de Yony Gonzalez por parte do Timão. O colombiano, que já tem um novo clube , foi emprestado em fevereiro, com acordo de compra acertado com o Benfica no valor de 3 milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões).

Porém, diante do pouco futebol apresentado, os brasileiros decidiram pela devolução do atacante, usando a prerrogativa, prevista em contrato, que Yony teria que ter feito no mínimo cinco jogos para que o contrato definitivo fosse sacramentado.

Apesar de se tratar de algo legal, a atitude dos dirigentes brasileiro pegou os portugueses de surpresa. A partir daí a relação entre as partes se estremeceu. Sabendo da situação financeira do Corinthians, o Benfica decidiu segurar o registro do jogador e só pretendia consumá-lo no dia 31 de agosto. Porém, aparentemente, após a reunião, a questão foi resolvida.

    Veja Também

      Mostrar mais