Dudu chegou ao Palmeiras em 11 de janeiro de 2015
CESAR GRECO / AG. PALMEIRAS / DIVULGAÇÃO
Dudu chegou ao Palmeiras em 11 de janeiro de 2015

A briga entre o atacante Dudu e a sua ex-esposa Mallu Ohana ganhou mais um capitulo. Novas imagens divulgadas comprovariam, segundo a defesa da vítima, que realmente houve agressão por parte do jogador.

De acordo com a advogada de Mallu, Liliane Fonseca, em entrevista ao jornalista Leo Dias , as primeiras imagens de câmera de segurança divulgadas pela defesa não representam a verdade do episódio.

Leia mais: Torcedora do Fluminense mostra corpão na web; veja fotos

Após a divulgação dos vídeos, que mostram a confusão na parte de fora do condomínio, a administração do local onde teria ocorrido a agressão foi novamente contata e disponibilizou imagens que trazem a briga entre Mallu e Dudu exclusivamente dentro do carro. Nelas é possível notar que o atleta, de branco, está em cima de Malu e aparentemente agride a ex-esposa.

Agora, ela pretende enviar essas novas provas ao poder judiciário. “Claramente dá para ver que, enquanto eles estão no carro, ele (Dudu) empurra ela (Mallu). Ele a agride muito dentro do carro, e os seguranças do lado de fora não fazem nada”, afirmou Liliane, também ao jornalista Leo Dias.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na 4ª delegacia seccional de polícia da Norte, em Casa Verde, bairro da zona norte de São Paulo, Mallu Ohana, que foi casada com o atleta do Palmeiras por mais de dez anos e tem dois filhos com o ponta, relatou que Dudu pediu para ela descer até a garagem do imóvel onde ela mora para buscar o computador do caçula do ex-casal.

Ao chegar no local, Mallu teria estranhado o comportamento do atacante e perguntou o que estava acontecendo. A partir daí, ela narra aos policiais que sofreu agressões com socos na cabeça, peitoral e puxões de cabelo. 

O jogador nega as acusações. O Palmeiras, por sua vez, soltou uma nota oficial sobre o caso. Nela, o clube  avisou que aguardará pelo desfecho do caso.

“O Palmeiras irá acompanhar o assunto e as conclusões das investigações pelas autoridades competentes para que, no devido momento, e se necessário, venha a se posicionar novamente sobre o ocorrido. Até agora, não há conhecimento sobre todos elementos relativos à denúncia. Aproveitamos para reafirmar nosso posicionamento contrário a qualquer ato que atente contra a dignidade humana, incluindo violência e injustiça”, diz a nota.

Veja o novo vídeo:




    Veja Também

      Mostrar mais