Inter treino com protestos
Ricardo Duarte/Internacional
Inter treino com protestos

Visando à estreia do Campeonato Brasileiro, contra o Coritiba , neste sábado, o Internacional finalizou a preparação na manhã desta sexta-feira. Porém, o clima passou longe de ser tranquilo.

Fora do CT Parque Gigante, torcedores protestaram na Avenida Beira-Rio. Gritos pedindo para os jogadores "honrarem a camisa", além de "time pipoqueiro" e "mercenários, puderam ser ouvidos, com os colorados mostrando total indignação com o rendimento da equipe.

Porém, o protesto que ocorria de maneira tranquila, respeitando inclusive o distanciamento social e com a utilização de máscaras, ganhou outro contorno com a chegada de mais 40 torcedores, que arremessaram fogos de artifícios dentro das dependências do CT. Além disso, alguns deles tentaram invadir as dependências do clube.

Diante da situação, o choque foi chamado e efetou as detenções. Foi feito um termo circunstanciado pelo delito de perturbação do trabalho e alguns abordados devem responder por desobediência à medida sanitária, pois no momento estavam aglomerados e sem máscaras.

Para a partida, três trocas estão sendo estudadas pelo técnico argentino Codet. A primeira é na lateral direita, com o retorno de Saravia na vaga de Rodinei. A segunda mudança deve ser a saída de Musto e a entrada de Rodrigo Lindoso. 

Já a última troca dependerá das condições de Edenilson, que deixou a Arena relatando dores e é dúvida para a partida. Caso não possa atuar, D'Alessandro, Patrick e Praxedes brigam pela vaga.

A provável formação colorada para o duelo no Paraná tem: Lomba; Saravia, Fuchs, Cuesta e Moisés; Musto (Lindoso), Marcos Guilherme, Edenilson e Boschilia; Thiago Galhardo e Guerrero.

Veja os protestos:




    Veja Também

      Mostrar mais