Emprestado pelo São Paulo, lateral-direito Nathan está atualmente no Coritiba
Divulgação / Coritiba
Emprestado pelo São Paulo, lateral-direito Nathan está atualmente no Coritiba

Sem poder contar com Orejuela, cujo desejo da diretoria é que não vista mais a camisa do  São Paulo, a cúpula tricolor estuda uma maneira de contar de novo com o lateral-direito Nathan. E, segundo o LANCE! apurou, entre as sugestões levantadas, está a de repassar um 'pacotão' de atletas da base para o Coritiba, onde a 'Cria de Cotia' está emprestado até o fim deste trimestre.

A pressa são-paulina se justifica pelo fato do Coxa ter a opção de compra de Nathan e estar disposto a exercê-la. Para ter o lateral, os paranaenses têm de pagar ao Tricolor R$ 5,1 milhões.

Conforme o L! apurou, a avaliação da diretoria é a de que buscar um acerto com o clube paranaense saia mais barato que ir no mercado em busca de uma peça, já que a expectativa é de que as duas principais opções para a lateral-direita, Rafinha (veja galeria de fotos abaixo) e Igor Vinícius, já estejam à disposição do técnico Rogério Ceni até o final do mês.


O São Paulo vinha mantendo conversas cordiais com o Coritiba para saber se o clube exerceria a opção de compra de Nathan, com o plano óbvio de sugerir o seu retorno ao Morumbi após a não aprovação de Orejuela.

Mas, por azar do destino, o plano inicial de ter Nathan no Paulistão e depois emprestá-lo de forma gratuita para o Campeonato Brasileiro aos paranaenses de forma simples e rápida caiu por terra pelo fato justamente do Tricolor ter entrado em disputa com o Coritiba por Erison, e ter levado a melhor.

Ou seja, o que prometia ser uma oferta vantajosa, se tornou um problema pela rivalidade criada. Por isso a necessidade de se encontrar soluções, já que não há dinheiro sobrando nos cofres do São Paulo.

Conforme o L! revelou, Orejuela está fora dos planos do Tricolor. Uma reunião na última segunda-feira (30/1), no CT da Barra Funda, selou a vontade da cúpula tricolor em afastá-lo, arcar com o prejuízo e buscar repassá-lo o mais rápido possível.

Não é pelo simples mau futebol que o colombiano voltou a apresentar no Morumbi. Mas também para aliviar o grande número de estrangeiros no elenco. Com Orejuela tendo de ser relacionado, nomes como Galoppo e Gabriel Neves estão ficando de fora das partidas, o que agrava a raiva das arquibancadas com o jogador.

Ceni está sendo encorajado pela diretoria a testar opções improvisadas na lateral-direita já para o duelo deste domingo (5), às 16h (de Brasília), contra o Santo André, fora de casa.

Entre em  nosso canal no Telegram e veja as principais notícias do esporte no Brasil e no mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Mais Recentes

      Comentários

      Clique aqui e deixe seu comentário!