Fluminense saiu vitorioso no Castelão nesta quinta-feira
Marcelo Gonçalves/Fluminense FC
Fluminense saiu vitorioso no Castelão nesta quinta-feira

Em mais uma grande atuação no ponto de vista tático, o Fluminense conseguiu, mesmo levando pressão nos minutos finais e jogo, um importante resultado na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil, diante do Fortaleza, no Castelão. Com gol de Nonato, o Tricolor carioca bateu o Leão por 1 a 0 e saiu na frente na briga por uma vaga na semifinal da competição.


O Fluminense se sentiu em casa no Castelão e dominou o Fortaleza no primeiro tempo da partida. A equipe de Fernando Diniz colocou em prática uma de suas principais características, a posse de bola: 72% para o time carioca, e 28% para os donos da casa.

Apesar do maior volume de jogo, o Flu encontrou certa dificuldade para levar a melhor sobre a defesa do Leão e finalizou apenas cinco vezes (contra duas do adversário). Mas a equipe carioca conseguiu furar o bloqueio aos 26 minutos com Nonato, após boa jogada de Samuel Xavier e Ganso – mas não valeu. O árbitro encontrou falta de Cano no início da jogada e anulou o gol após revisão no VAR. Só que aos 34, o mesmo Nonato marcou para o Fluminense e abriu o placar, após Samuel Xavier tocar para a área, Arias dar belo corta-luz, Cano tocar de calcanhar para trás e o volante bater para o fundo da rede.

No segundo tempo, o roteiro foi o mesmo. O Fluminense melhor, dono do jogo e com a posse de bola. O Fortaleza, tendo que lidar com as dificuldades no campo e também fora dele, com a vaia dos torcedores, demonstrava muita desorganização tática e pouca ambição de conseguir, ao menos o empate.

Mas, mesmo assim, aos 21 minutos, o Leão conseguiu assustar e só não conseguiu igualar o marcador por conta da trave. Crispim apareceu pela direita e arriscou um chutaço de fora da fora da área, mas a bola bateu na trave. Na sequência, o próprio Crispim tenta aproveitar a bola levantada, mas pegou mal. Fábio, experiente, caiu no chão para ganhar tempo e esfriar o jogo.

Aos 29, Fábio foi quem salvou o Fluminense. Romarinho entrou pela área pelo lado esquerdo e bateu cruzado com muito perigo. O goleiro tricolor se esticou todo e conseguiu desviar para fora. Depois disso, os donos da casa começaram a gostar mais do jogo e saíram mais ao ataque, tirando proveito do desgaste físico dos cariocas, que visivelmente estavam cansados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários