Luis Henrique
redacao@odia.com.br (Venê Casagrande)
Luis Henrique

Jorge Jesus não desistiu de contar com Willian Arão e o Flamengo aceita liberar o jogador, inclusive já teria uma data para isso ocorrer.

Em participação no programa "Papo Reto", comandado por Benjamin Back em parceria com o Portal iG , o jornalista Paparazzo Rubro-Negro revelou que o Flamengo pretende liberar Arão "a partir das oitavas de final da Copa do Brasil e da Libertadores". 

"O Flamengo vai liberar o Arão para o Fenerbahçe ainda em meados de julho. Estão aguardando uma proposta maior, mas vai sair essa liberação", revelou.

Confira a live completa!


Vale lembra que, após o Flamengo recusar a primeira proposta pelo volante, Jorge Jesus insistiu e os turcos preparam uma nova investida para contratar o titular rubro-negro. O valor deve chegar a 5 milhões de euros (cerca de R$ 28 milhões). Na primeira proposta, os turcos acenaram com 3 milhões de euros (cerca de 16,6 milhões).

Ao mesmo tempo que o clube pode perder um jogador, o Flamengo segue no mercado atrás de reforços. Além de Vidal e Cebolinha, o rubro-negro tentou a contratação do atacante Luiz Henrique, porém, o "caso Andreas" atrapalhou a chegada do jogador, que deve ir para o rival Botafogo.

"Luiz Henrique vai pro Botafogo. O Flamengo tinha dado um chapéu no Textor, já tinha praticamente tudo certo com o jogador, mas o negócio do Andreas acabou atrapalhando tudo. O Flamengo no mercado europeu, não vou dizer que está queimado, mas gerou uma certa dúvida. Se antes contratava jogador com opção de compra, agora os clubes de lá estão exigindo obrigação de compra. O Olympique de Marseille exigiu obrigação e o Flamengo queria a opção de 6 milhões de euros. Eles não aceitaram e o rubro-negro saiu do negócio", revelou.

O caso citado remete ao início do ano, quando o Flamengo encaminhou a compra definitiva de Andreas junto ao Manchester United. O acordo estabelecia o pagamento de 10 milhões de euros por 75% dos direitos econômicos e ele ficaria no Flamengo até o mês de dezembro de 2026. Alguns meses depois, porém, a diretoria flamenguista voltou atrás e tentou renegociar o valor, algo que irritou os ingleses.

Diante do impasse, o Fulham acertou a contratação do meio-campista. O time londrino pagou 10 milhões de libras (R$ 64 milhões) ao Manchester United para assinar um contrato de quatro anos com o brasileiro, com opção de renovação por mais uma temporada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários