Mbappé
Divulgação
Mbappé

O presidente da Federação francesa, Noel Le Graet, confirmou que Kylian Mbappé quis deixar a seleção após a eliminação nos penâltis frente à Suíça, no Euro-2020 no ano passado.

Nos oitavos de final, Mbappé falhou o último pênalti no desempate após um empate 3-3, permitindo defesa a Sommer. As críticas que recebeu depois desse momento foram encaradas de forma muito dura.

"Tivemos uma reunião depois do Euro, ele achou que a Federação não o defendeu da melhor maneira depois do pênalti falhado e das críticas nas redes sociais. Estivemos cinco minutos no meu escritório. Ele estava muito zangado, dizia que não queria jogar mais na seleção, o que obviamente não era verdade. Sabe o que é?  Ele é um vencedor, estava muito frustrado, como todos nós, pela eliminação. Mas ele é tão mediático. É um grande menino, bem mais a favor do coletivo do que se pensa", revela Le Graet. em entrevista ao Journal de Dimanche.

O próprio Mbappé já tinha admitido ter considerado fazer uma pausa na seleção após o Euro. "Sempre coloquei a seleção acima de tudo. Nunca toquei nenhum euro para jogar na seleção da França. Acima de tudo, nunca quis ser um problema. Mas, a partir do momento em que senti que poderia ser um problema e que as pessoas me viam como um problema. Se a seleção da França está mais feliz sem mim, assim será",, disse ao L´Equipe.

Ao todo, Mbappé conta com 27 golos em 57 jogos pela seleção da França.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários