Botafogo bateu o São Paulo no Rio de Janeiro
Vitor Silva/Botafogo
Botafogo bateu o São Paulo no Rio de Janeiro

Tchau, crise! Com pitadas extras de emoção, o Botafogo deixou o momento ruim para trás e venceu, na tarde desta quinta-feira, o São Paulo por 1 a 0 em jogo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Kayque marcou o gol da partida.


O Alvinegro chegou a 15 pontos deixou a zona de rebaixamento do Brasileirão. O clube ocupa a 13ª colocação, mas isso ainda pode mudar com outros resultados da rodada. O São Paulo permanece com 18 pontos e está no 5º lugar.

O Botafogo volta aos gramados no próximo domingo para enfrentar o Internacional no Beira-Rio às 18h. O São Paulo tem um clássico com o Palmeiras no dia seguinte no Morumbi, às 20h.

NA VOZ DA TORCIDA!

Um Botafogo repleto de novidades na escalação não demorou para tirar o primeiro suspiro do torcedor. Ainda nos primeiros minutos, o time chegou com perigo após roubada de bola e rápida construção, mas um chute de Saravia foi por cima do gol de Jandrei.

NEM LÁ NEM CÁ

Não demorou muito para o São Paulo equilibrar as ações. A equipe de Rogério Ceni passou a controlar a posse de bola e, no ataque, sempre buscou os lados de campo com a tentativa de encontrar Calleri no alto, mas o argentino não teve sucesso com na defesa adversária.

Não foi lá um primeiro tempo de grandes chances, mas os dois times tiveram situações interessantes. O lado esquerdo do Botafogo, com Hugo, foi o mais acionado, enquanto o São Paulo teve em Patrick o principal expoente. De qualquer forma, nenhuma equipe vibrou com bola na rede nos 45 minutos iniciais.

TOCA NO... KAYQUE

O Botafogo voltou no segundo tempo em ritmo alto. Ainda no começo, Kayque tentou surpreender Jandrei com um chute de cobertura e deixou a torcida animada. O time de Luís Castro não parou por aí, tirando o São Paulo da zona de conforto.

Mas a noite reservava uma felicidade para o cria do Botafogo. Em contra-ataque, Saravia acionou Erison, o atacante se enrolou com a bola, mas Kayque dominou, limpou a defesa e finalizou com categoria para abrir o placar e sair para o abraço.

PRESSÃO TRICOLOR

Diante do resultado adverso, Rogério Ceni fez alterações para colocar o São Paulo para cima. A mudança de postura deu resultado: o Tricolor pressionou o Botafogo com intensidade nos últimos minutos e passou perto de marcar. Uma finalização de Calleri após falha de Daniel Borges tirou tinta da trave de Gatito.

Para o Botafogo já mais nada interessava, apenas gastar tempo. O São Paulo bem que tentou, mas a alegria final foi do botafoguense.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X SÃO PAULO


Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Data e Horário: 16/06/2022, às 16h

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)

Auxiliares: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO) e Bruno Boschilia (FIFA-PR)

VAR: Wagner Reway (PB)

Gramado: Regular

Público e renda: 18.677 presentes / R$ 453.785,00

Cartões amarelos: Patrick de Paula, Kanu, Saravia, Carli, Kayque e Cuesta (BOT); Patrick, Calleri e Arboleda (SPFC)

Cartões vermelhos:


Gols: Kayque (1-0, 16'/2ºT)


BOTAFOGO: Gatito Fernández; Kanu, Carli, Cuesta; Saravia (Daniel Borges 29'/2ºT), Patrick de Paula, Kayque (Barreto 35'/2ºT), Hugo; Vinícius Lopes, Erison (Matheus Nascimento 41'/2ºT), Lucas Piazon (Chay 41'/2ºT). Técnico: Luís Castro.


SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha (Igor Vinícius 18'/2ºT), Diego Costa (Eder 40'/2ºT), Arboleda, Léo; Igor Gomes, Rodrigo Nestor, Patrick (André Anderson 43'/2ºT), Wellington (Reinaldo 18'/2ºT); Calleri, Luciano (Rigoni 18'/2ºT). Técnico: Rogério Ceni.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários