Red Bull bate o Flamengo jogando em casa
Marcelo Cortes/Flamengo
Red Bull bate o Flamengo jogando em casa

O técnico Paulo Sousa está ainda mais pressionado no comando do Flamengo. Mesmo com um homem a mais em campo durante 25 minutos, o Rubro-Negro foi derrotado na noite desta quarta-feira pelo Bragantino por 1 a 0, em Bragança Paulista, e o técnico português se vê cada vez mais ameaçado no cargo. Luan Cândido fez o único gol da partida no Nabi Abi Chedid. Com o resultado, o Flamengo permanece com 12 pontos, na 14ª colocação.

O Flamengo iniciou a partida de maneira sonolenta e não demorou muito a ser punido. Logo aos 16 minutos, Artur cobrou falta no primeiro pau e Andreas Pereira tocou mal de cabeça para trás. A bola sobrou limpa para Luan Cândido, debaixo do gol, abrir o placar.

Em desvantagem no placar, o Flamengo escancarou de vez sua desorganização em campo. O Rubro-Negro até tentava buscar jogadas ofensivas, mas esbarrava na falta de criatividade dos homens de frente e pecava na parte defensiva. Prova disso é que o Bragantino chegou a marcar o segundo com Helinho, mas o assistente apontou impedimento no ataque do Massa Bruta.

O único lance de perigo real criado pelo Flamengo aconteceu já no fim do primeiro tempo, quando Everton Ribeiro recebeu na direita e cruzou na medida para Vitinho no segundo pau, completamente sozinho e praticamente sem goleiro. No entanto, o camisa 11 acabou chutando de canela para fora e protagonizando um lance inacreditável, fazendo o Rubro-Negro ir para o vestiário em desvantagem no placar.

Na volta para o segundo tempo, o Flamengo tomou um susto logo de cara. Com menos de dois minutos, Helinho cobrou escanteio na cabeça de Natan. O zagueiro, revelado pelo Flamengo, acertou uma bela cabeçada, mas a bola acabou explodindo na trave.

Ao longo de toda primeira etapa, o Flamengo teve ampla posse de bola, mas teve dificuldades de furar o bloqueio do time paulista. Nem mesmo a expulsão de Luan Cândido, aos 24 minutos, após acertar um tapa em Matheuzinho, fez com que o time de Paulo Sousa encontrasse espaços e criasse chances claras de gol. A melhor oportunidade foi já nos acréscimos, quando Willian Arão recebeu sozinho na área e cabeceou no canto, mas Cleiton fez uma linda defesa e garantiu a vitória do time paulista.

O próximo compromisso do Flamengo será no sábado, às 21h. O Rubro-Negro vai a Porto Alegre encarar o Internacional, no Beira-Rio.

FLAMENGO X BRAGANTINO

Local: Nabi Abi Chedid (SP)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio

BRAGANTINO: Cleiton, Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul (Jadsom), Eric Ramires (Renan) e Praxedes (Lucas Evangelista); Artur, Helinho (Lomónaco) e Ytalo (Hyoran). Técnico: Maurício Barbieri.

FLAMENGO: Hugo Souza, Matheuzinho, Rodrigo Caio (Gustavo Henrique), Léo Pereira e Ayrton Lucas (Filipe Luís); Thiago Maia (Willian Arão), Andreas Pereira e Everton Ribeiro (Marinho); Vitinho, Lázaro (Pedro) e Gabigol. Técnico: Paulo Sousa.

Gols: Artur (16' do 1ºT)

Cartões amarelos: BGT: Helinho; FLA: Lázaro, Léo Pereira e Willian Arão

Cartão vermelho: BGT: Luan Cândido

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários