Danilo
Divulgação
Danilo

Tite surpreendeu, verbo pouco conjugado com o sujeito da frase. O sempre pragmático treinador convocou Danilo, do Palmeiras, jogador de 21 anos que entrou definitivamente na briga por um lugar no grupo que irá para a Copa do Mundo do Catar.

A lembrança coroa a grande fase do volante, responsável indireto pelo fim da passagem de Felipe Melo no Palmeiras: desde o ano passado que ele ganhou a posição como primeiro homem do meio de campo de Abel Ferreira. Disputou 50 partidas, foi nome fundamental na campanha do título da Libertadores do ano passado.

O vigor físico é um trunfo enorme que o jogador carrega com ele, que ajuda a explicar a convocação. Na coletiva para explicar a convocação para os amistosos contra Coreia do Sul e Japão, Tite fez questão de frisar como levará em consideração a força na formação do grupo para o Catar.

- Sei que tem a questão da aclimatação, mas tenho o feeling de que a parte física vai pesar nessa Copa no Catar. A perna do jogador vai inchar, é preciso ter um grupo jovem, forte - afirmou.

Ele entra como principal alternativa para substituir Casemiro e Fabinho, dois jogadores que chegarão ao Mundial com 30 e 29 anos, respectivamente. A comissão técnica acredita que jogadores que vierem do futebol europeu, caso do dois, deverão ter uma sequência intensa de jogos por clubes antes da apresentação para a competição.

Danilo passa a frente de jogadores mais experientes, que Tite conhece bem. Gerson, do Olympique de Marselha, Arthur, da Juventus, e Douglas Luiz, do Aston Villa, foram preteridos e só devem ir à Copa em caso de uma reviravolta por lesão.

Quando se esperava que Raphael Veiga seria convocado, Tite surpreendeu ao abrir o grupo para outro jogador do Palmeiras. De certa forma, a escolha dialoga com o histórico que o time alviverde criou para si ao longo do tempo: em vez de chamar o principal jogador ofensivo do Palmeiras, Tite convocou um dos responsáveis pela fortaleza defensiva que o time de Abel Ferreira é.

A sequência de grandes atuações do Palmeiras nas últimas duas temporadas, incluindo jogos com alto nível de dificuldade, como a final do Mundial de Clubes, ajuda a explicar como Danilo conseguiu seu lugar na lista de Tite. Danilo tanto desarma quanto arma o time. Chega pouco ao ataque no Palmeiras, o que reforça sua condição de reserva imediato de Casemiro e Fabinho.

- Danilo é um daqueles jogadores que estamos acompanhando naquele rol de 50 atletas, sempre atento a jogadores que estão surgindo. Essa grande sequência de jogos do Danilo o proporcionou (a convocação), como foi no Mundial de Clubes, jogos que acompanhamos ao vivo, visitas ao clube. Vamos buscando uma série de componentes que possam justificar essa escolha - afirmou Tite.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários