Jorge Jesus
Divulgação
Jorge Jesus

As declarações do técnico Jorge Jesus ao jornalista Renato Maurício Prado aconteceram em um jantar entre amigos , nesta quarta-feira, em uma das ocasiões informais vividas pelo português em solo carioca, onde veio passar dias de férias com a família.

Além de curtir o fim de semana das campeãs do carnaval e passear pelo Rio de Janeiro, Jesus também dedicou atenção a pessoas próximas, com quem convivia na época de Flamengo. Uma delas é o ex-presidente Kleber Leite.

Kleber já combinara com Jesus e família um encontro em sua passagem pela cidade. Pois normalmente é bem recebido em Portugal pelo amigo. Na atual ocasião, convidou Renato Mauríco Prado, de quem também é próximo, e o grupo acompanhou o jogo do Flamengo.

A conversa na casa do ex-presidente se transformou em uma reportagem publicada no UOL nesta quarta-feira, com declarações contundentes de Jorge Jesus sobre voltar ao Flamengo.

Segundo uma fonte que esteve no jantar, o tom do papo não foi de se oferecer ao clube, e sim deixar claro mais uma vez toda a empatia com o Flamengo.

"Apenas está externando o desejo claro de que se por ventura houver um convite, gostaria de dirigir o Flamengo mais do que qualquer clube no mundo. Ele é sincero, pragmático, sensível e competente", disse um dos presentes.

Nas redes sociais, porém, Jorge Jesus tem sido criticado por uma suposta "cavada", jargão usado para dizer que alguém se oferecendo sem o interesse da outra parte.

No Flamengo, as declarações não caíram bem, e a diretoria não cogita um retorno agora. Mas entre a diretoria há uma bola dividida sobre a vontade de contar com Jesus.

O técnico Paulo Sousa já havia demonstrado incômodo por outro jornalista dizer que Jorge Jesus estava apenas aguardando o telefonema do Flamengo para voltar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários