Diniz
Divulgação
Diniz

O Fluminense sabe que os jogos de Luiz Henrique com a camisa tricolor estão contados e já monitora o mercado em busca de uma reposição.

Quem confirma a informação é o técnico Fernando Diniz que, após a vitória por 2 a 1 sobre o Junior Barranquilla, na quarta-feira, no Maracanã, pela Copa Sul-Americana, confirmou que está ajudando o clube na busca por um novo atleta para a posição.

— O Fluminense já está preocupado com a situação da ponta (por conta da saída do LH). O Luiz é uma joia muito rara, muito difícil de repor. Às vezes a gente gosta de alguém, mas a situação financeira não permite contratar. Estamos monitorando — afirmou o treinador.

Cabe lembrar que, mesmo com a janela de transferência europeia fechada, o Betis insistiu na contratação de Luiz Henrique. O atacante vai receber cerca de dez vezes mais do que ganha atualmente e irá tornar jogador do clube espanhol, oficialmente, em julho. O clube encaminhou a venda da joia de 21 anos por 13 milhões de euros (R$ 70 milhões na cotação atual) e manterá 15% dos direitos econômicos.

Ganso foi outro que elogiou Luiz Henrique durante a entrevista coletiva.

— O Luiz é um jogador espetacular. Fez um golaço na pré Libertadores. É normal um garoto dessa idade oscilar. É meu papel ajudar. O Fernando tem feito muito isso também. Por isso ele jogou tão bem hoje — afirmou o camisa 10.

A disputa no Grupo H agora está embolada. Fluminense e Junior estão empatados com sete pontos. Mas o time colombiano leva vantagem no saldo (4 contra 1). O Unión Santa Fe-ARG, com cinco pontos, recebe o lanterna Oriente Petrolero-BOL (zerado) nesta quinta e pode assumir a liderança. Os tricolores voltam a jogar pela competição no dia 19, fora de casa.

Antes, a equipe enfrenta o Palmeiras, no próximo domingo, às 16h, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários