Vasco
Divulgação
Vasco

O Vasco foi multado em R$ 20 mil pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD/RJ), nesta quarta-feira, por causa de um canto preconceituoso de sua torcida em relação ao Flamengo.

O time rubro-negro anexou um vídeo ao processo, que foi considerado como prova. O caso foi julgado pela 7ª Comissão Disciplinar, que decidiu pela multa de forma unânime. O Vasco vai recorrer da decisão.

O caso aconteceu no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca, no Maracanã, em 16 de março. O Vasco era mandante da partida. No vídeo, é possível ouvir a torcida vascaína entoar o cântico "tu és, time de otário e cuzão, puta, viado e ladrão", para a torcida do Flamengo.

O Rubro-Negro enviou uma notícia de infração ao TJD, assinada pelo Antonio Panza, diretor jurídico do clube. Ele alegou que o canto “trata-se de um evidente ato discriminatório relacionado a preconceito em razão de sexo e de classe social, que não são mais tolerados no cenário atual”.

Leia Também

O Vasco foi denunciado pelo procurador Claudio de Andrade no artigo 243–G do CBJD, que trata sobre “ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência”. A multa máxima neste tipo de caso é de R$ 100 mil.

O auditor do processo foi Leonardo Ferrado, que após a defesa do Vasco, feita pelos advogados Marcelo Jucá e Amanda Borer, sugeriu a pena de R$ 20 mil, valor abaixo do que geralmente é aplicado nesses casos, e foi acompanhado pelos demais relatores.

O procurador-geral do TJD/RJ, André Valentim, afirmou que também vai recorrer da decisão, já que em processos como este o STJD tem dado a punição de R$ 50 mil. 

— Essa infração merece majoração. Temos que acabar com esses comportamentos — contou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários