Vila Belmiro, estádio do Santos Futebol Clube
Foto: Ivan Storti/Santos FC
Vila Belmiro, estádio do Santos Futebol Clube



Após a estreia sem gols no Brasileirão, o Santos recebeu duras críticas do colunista Juca Kfouri, do UOL, inclusive, sendo chamado de "Ninguém F.C.". O posicionamento do jornalista não agradou a diretoria do clube paulista, que soltou uma nota exigindo respeito e ameaçando boicote aos seus profissionais. Nesta quarta-feira (13), o próprio portal revelou que o Peixe negou as solicitações de Credenciamento de Imprensa do portal para o duelo contra a Universidad Católica de Quito, que acontece hoje, na Vila Belmiro.

Veja abaixo galeria de fotos da estreia do Santos na Copa Sul-Americana:


Vale lembrar que, diferente do que acontece no Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e no Campeonato Paulista, o credenciamento de imprensa para confrontos de competições organizadas pela Conmebol (Libertadores e Sul-Americana), é organizado exclusivamente pelo clube mandante da partida.

Segundo o UOL, o pedido de credenciamento foi feito dentro do prazo, além de atender todas as exigências feitas pelo Santos. Mesmo assim, a solicitação foi negada sem explicações.

Leia Também

O diretor de conteúdo do portal, Murilo Garavello, fez duras criticas à atitude do clube.

Leia Também

"É um atentado à liberdade da imprensa. Uma medida truculenta, uma retaliação impensável em um país democrático", disse o diretor, que completou:

"São prejudicados centenas de milhares de torcedores do Santos que acompanham o clube pelo UOL e é um movimento muito preocupante. Temos perto de uma centena de colunistas e de jornalistas que trabalham com Esporte. Se um deles tiver uma opinião incômoda o veículo inteiro é punido? O Santos só vai aceitar o jornalismo que elogiar o clube?", finalizou.

A Associação de Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (ACEESP), inclusive, publicou uma nota repudiando as sanções da presidência do Santos. Confira a nota completa:

"Em defesa do direito ao livre exercício da profissão, a Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (ACEESP) repudia a ameaça de boicote ao Portal UOL anunciada, em nota oficial, pelo Santos FC. Qualquer medida nesse sentido seria desarrazoada e desproporcional, posto que, para atingir um único alvo, prejudicaria uma coletividade. Respeitamos e salvaguardamos o direito do clube de protestar contra uma opinião ou uma crítica que julgar desmedida, mas não podemos aceitar que reações como essas prejudiquem o trabalho de profissionais que não têm qualquer relação com o fato em si. Seguramente, há outras vias, inclusive judiciais, de se buscar reparações.

Defendemos o diálogo, a conciliação e as boas relações entre nossos associados e as entidades que promovem o esporte no Estado e no país.

Por isso, rechaçamos toda e qualquer tentativa de boicote ao livre exercício do jornalismo e, como consequência, ao direito de opinião. A proposta de punir todos os jornalistas do UOL em função da opinião manifestada por um dos seus colunistas soma-se, por sinal, à recente tentativa da diretoria do Palmeiras de proibir entrevistas a todos os profissionais da Rádio Transamérica, em retaliação a uma manifestação isolada de um dos seus comentaristas. Os dois exemplos, com intervalo inferior a um mês, flertam com a indesejável cultura de censura. Uma prática inaceitável em qualquer contexto, e sobretudo num país que lutou arduamente pelo Estado democrático de direito."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários