Rodinei
Reprodução/Instagram
Rodinei

A avaliação do técnico Paulo Sousa em seu início de trabalho no Flamengo indicou os rumos na busca por reforços e também para a manutenção de jogadores do atual elenco. Neste segundo caso está o lateral direito Rodinei, cujo contrato até dezembro está em negociação para ser renovado.

Aos 30 anos, o jogador volta a ser dilema no clube, já que em 2018 renovou pela última vez por quatro anos e passou as últimas temporadas emprestado ou longe da posição de titular. Com Paulo Sousa, voltou a ser a primeira opção, em um esquema que privilegia seu lado ofensivo e sua maior intensidade.

Com o jovem Matheuzinho como alternativa e o veterano Isla em baixa em fim de contrato, a diretoria vê em Rodinei um jogador “de elenco". Que pode ser solução em alguns momentos, mas nada impede que se busque um jogador de maior peso para a função adiante.

 Na atual conjuntura, diante de um calendário apertado, ter três jogadores na lateral é tido como importante para se fazer o revezamento já em curso com o início de várias competições ao mesmo tempo. A montagem do elenco até aqui levou em consideração as carências e prioridades definidas no início do ano pela nova comissão técnica.

As conversas pela permanência de Rodinei seguem para que se chegue a um acordo sobre o tempo do novo contrato e o salário. Há quem defenda mais uma temporada sem aumento. O lateral é um dos que recebe menos no elenco. Se não renovar, poderia assinar pré-contrato em junho com outro clube. Com mercado em concorrentes brasileiros, chegou a ter oferta dos Estados Unidos recusada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários