Rodrigo Nestor e Wellington comemoram após São Paulo marcar sobre o São Bernardo
Foto: Rodrigo Corsi/Ag. Paulistão
Rodrigo Nestor e Wellington comemoram após São Paulo marcar sobre o São Bernardo

Com brilho de Cotia, o São Paulo goleou o São Bernardo de virada, por 4 a 1, na noite desta terça-feira (22) e se classificou às semifinais do Campeonato Paulista. Daó abriu o placar para o Bernô, mas Nestor, Pablo Maia, Marquinhos e Calleri, marcaram para o Tricolor, que agora espera o adversário na próxima fase do estadual.

Veja abaixo galeria de fotos do jogo:


JOGO INICIA TRUNCADO E SÃO BERNARDO AS SUSTA

A partida começou com os times se estudando no Morumbi. O São Paulo tentava trocar passes no meio-campo, mas tinha dificuldades pela forte marcação a equipe visitante, que fechava os espaços dos ataques são-paulinos.

A primeira chance da partida foi do São Bernardo. Aos oito minutos, Igor Fernandes dominou, puxou para o pé direito e bateu. Jandrei fez boa defesa, espalmando para escanteio. Um minuto depois, Silvinho pegou sobra do escanteio e bateu, mas a bola foi por cima da meta são-paulina.

PARTIDA NÃO ENGRENA E CLIMA ESQUENTA ENTRE OS JOGADORES
Conforme a partida ia acontecendo, o São Paulo continuava com dificuldades para furar o bloqueio do São Bernardo, que não titubeava em fazer faltas a cada ataque são-paulino. 

Aos 22, após disputa na área entre Eder e Mateus Salustiano, os jogadores das duas equipes se estranharam e uma confusão generalizada se formou. Os são-paulinos reclamaram de pênalti no atacante ítalo-brasileiro, mas nada foi marcado. 

NESTOR PERDE CHANCE SEM GOLEIRO E LUCIANO QUASE FAZ DE BICICLETA
O São Paulo, buscando sair na frente do placar, começou a apertar mais a saída de bola do São Bernardo e quase marcou aos 33 minutos. Alex Alves, goleiro do Bernô, recebeu o recuo, mas perdeu a bola para Luciano. Rodrigo Nestor ficou com ela, entrou na área, e sem goleiro, chutou por cima da meta.

O São Paulo continuou em cima. Cinco minutos depois, Alisson tocou, Eder deixou passar e Luciano dominou. O camisa 11 invadiu a área, puxou para a perna esquerda e encheu o pé. Alex Alves espalmou para escanteio. A pressão continuou. Luciano aproveitou cruzamento e deu uma bicicleta, no cantinho. Alex Alves espalmou, evitando o golaço.

Leia Também

Fim de primeiro tempo em Mirassol.

2º TEMPO COMEÇA E SÃO BERNARDO ABRE O PLACAR
O segundo tempo começou com o São Paulo não conseguindo assustar, tomando muitos contra-ataques do São Bernardo, que construía jogadas ofensivas com naturalidade. Até que, aos sete minutos, o Bernô abriu o placar.

Reinaldo perdeu a bola na intermediária, Cristovam pegou e tocou para Davó. Ele bateu, a bola rebateu em Diego Costa, e o atacante recuperou, invadiu a área e tocou na saída de Jandrei para abrir o marcador.

SÃO PAULO TEM GOL ANULADO, MAS LOGO DEPOIS EMPATA; BERNÔ TEM EXPULSO
​Depois do gol sofrido, o São Paulo conseguiu reagir, e empatou a partida, mas o lance foi anulado por impedimento. Luciano recebeu dentro da área, girou e chutou forte, no canto de Alex Alves. A bola entrou no cantinho, mas o atacante estava impedido.

No entanto, o Tricolor não desanimou e tratou de empatar aos 19. Rigoni recebeu na linha de fundo e cruzou para trás, onde Nestor apareceu sem marcação. O volante tocou no canto de Alex Alves e empatou a partida. Para melhorar pro São Paulo, Paulinho Moccelin recebeu o segundo amarelo e foi expulso, aos 21 minutos.

TRICOLOR SE ANIMA E PRESSIONA O SÃO BERNARDO
O São Bernardo não reagia, o que serviu para o São Paulo continuar com o domínio da partida. Aos 31, após boa troca de passes, Luciano girou dentro da área e bateu para uma grande defesa de Alex Alves.

O goleiro do São Bernardo apareceu novamente aos 35 minutos. Nikão aproveitou saída errada do Bernô, balançou na área e bateu cruzado, de perna esquerda, para grande defesa do arqueiro.

SÃO PAULO VIRA COM GOLAÇO DE PABLO MAIA E AMPLIA DUAS VEZES
Pressionando cada vez mais, o São Paulo virou a partida com golaço de Pablo Maia, aos 37. Ele recebeu escanteio de fora da área e mandou uma bomba no gol de Alex Alves. Quatro minutos depois, Marquinhos tabelou com Nikão e ampliou o placar.

Ainda deu tempo de Calleri fechar o placar, aos 46, batendo na saída de Alex Alves após belo passe de Pablo Maia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários