Josh Wander já foi condenado por tráfico de cocaína
Reprodução / Instagram
Josh Wander já foi condenado por tráfico de cocaína



Na última semana, uma condenação de Josh Wander, um dos donos da 777 Partners, empresa interessada na aquisição da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Vasco da Gama, chamou a atenção de torcedores do clube nas redes sociais. Em 2003, o norte-americano, que na época possuía 21 anos, foi detido por tráfico de cocaína. Em nota, a 777 se pronunciou sobre o assunto:

"Esta única acusação de delito de aproximadamente 20 anos atrás é história antiga. Josh, há muito tempo, deixou este pequeno incidente para trás e progrediu para se tornar o co-fundador da 777 Partners, transformando-a em uma das mais bem sucedidas empresas no ramo", disse a empresa em nota oficial.

Leia Também

Leia Também

Na época, Josh Wander ainda era um estudante da Universidade da Flórida. Pela quantidade de cocaína encontrada pelos policiais (cerca de 31 gramas), Josh foi denunciado por tráfico, mas alegou que a droga era para consumo de um colega. Com isso, Josh aguardou o seu julgamento em liberdade. Ele foi condenado, mas pôde cumprir a pena também em liberdade.


A condenação de Josh Wander não deve atrapalhar a negociação da 777 Partners com o Vasco da Gama. Nesta sexta-feira (18), Josh, inclusive, chegou a dizer que o duelo do Cruzmaltino contra o Flamengo no próximo domingo (20) será "o último com desvantagem no orçamento".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários