John Textor não pensa em vender o Botafogo no futuro, segundo Durcesio Mello
Foto: Vítor Silva/Botafogo
John Textor não pensa em vender o Botafogo no futuro, segundo Durcesio Mello



Desde que John Textor adquiriu 90% da SAF do Botafogo, uma questão debatida é se ele tem a intenção de apenas fazer dinheiro e vender o clube no futuro. Contudo, o empresário americano não tem esse pensamento, de acordo com o previdente alvinegro, Durcesio Mello, em entrevista ao "GE".


Leia Também

"Quando pergunta para ele se vai vender o Botafogo um dia, ele diz: “Não, o Botafogo só com a minha morte. Quando eu morrer, vai passar para os meus filhos. Isso daqui é o meu legado”. O que é muito legal para o torcedor e para a gente que está passando que ele não está aqui para fazer uma alavancagem, ter lucro e sair. Não é isso.", explicou Durcesio.

Leia Também

Vivendo seus últimos dias no Estádio Nilton Santos, antes de se mudar para General Severiano e focar em outras áreas sem ser o futebol, o presidente do Botafogo revelou, ainda, que Textor tem a intenção de expandir seu rol de clubes na Espanha e em Portugal.

"A gente tinha outras propostas que ainda estavam embrionárias. O John Textor entrou como um trator, e o negócio andou muito rápido. E por que o projeto do John teve preferência em relação a outros? Porque ele já tem ativos no futebol e ele quer ficar no futebol. Isso é muito importante. Ele tem o Crystal Palace, o Molenbeek, está tentando um clube em Portugal e outro na Espanha, e o Botafogo é o principal desses ativos dele.", completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários