Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, afirmou que clube pode virar SAF
Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia
Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, afirmou que clube pode virar SAF

Embora os rumores apontem para uma eventual negociação do Atlético-MG com o Grupo City para uma eventual compra de uma SAF (Sociedade Anônima do Futebol), o Bahia deve também entrar na roda de conversas com os empresários.

Oficialmente, a empresa não emitiu nenhuma comunicação sobre as buscas por um clube no Brasil, mas segundo o colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim, as conversas com clube baiano já foram iniciadas.

O Bahia não constituiu uma SAF. Nesta semana, o presidente do clube, Guilherme Bellintani, afirmou que a equipe tem projetos adiantados nesse aspecto, mas que a decisão estará nas mãos do torcedor.

Bellintani admitiu ainda o interesse de dois grupos, mas não revelou os nomes dos interessados.

"Nós conversamos com muita gente, muitos grupos. Tinha dito que dois grupos estavam próximos. Eu não vou falar nenhum nome, porque, se eu falar o nome de um, exponho uma negociação que não está no momento. Nós estamos, juntos com esse investidor, discutindo o melhor projeto possível para o Bahia. E o melhor projeto possível é um projeto que mude o Bahia de patamar."

Leia Também

O assunto deve ser debatido pelos sócios no Conselho Deliberativo do Bahia em breve.

"Desde que foi promulgada a lei, fomos buscar a concepção do que seria o melhor projeto para o Bahia. Nós avançamos muito e estamos muito próximos da construção desse projeto, porque o Bahia não está no mercado atrás de um cheque. Estamos atrás de um projeto", disse.

"Essa é a nossa construção do momento. O projeto está sendo muito bem discutido, num nível altíssimo. É uma coisa de envolvimento muito grande neste momento. Eu diria que estamos razoavelmente próximos de colocar essa discussão em debate, primeiro para a comissão do Conselho Deliberativo. Isso deve acontecer já de forma concreta, talvez, em 10, 15 dias", prosseguiu Bellintani.

"E, talvez, mais algumas semanas, e a gente possa levar isso ao conhecimento do Conselho Deliberativo e do sócio. O Bahia vai fazer SAF ou não? O torcedor vai decidir."

No Brasil, Botafogo, Cruzeiro e Vasco já aderiram o modelo de gestão - os dois últimos, no entanto, ainda estão em fases mais iniciais do projeto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários