Breno Lopes chegou ao Palmeiras em 2020
Reprodução/Instagram
Breno Lopes chegou ao Palmeiras em 2020

Breno Lopes (confira galeria de fotos abaixo)  foi o herói do Palmeiras na conquista da Libertadores 2020 . O atleta que havia chegado há pouco na equipe de Abel Ferreira saiu do banco de reservas para marcar seu nome na história do clube. Em entrevista exclusiva ao iG Esporte , o atacante relembrou detalhes de sua chegada ao Palmeiras,  falou sobre os impactos de ter marcado o gol do título da 'Liberta' e abriu o jogo sobre o futuro.


Enquanto se destacava no Juventude, Breno Lopes revelou que recebu sondagens de equipes do Brasil e do exterior antes de ser contatado pelo Palmeiras.

“Eu vinha fazendo uma boa campanha no Juventude, me destacando na Série B como vice-artilheiro. Então naquele momento surgiram diversas sondagens para deixar a equipe. Inclusive equipes como Bahia, Fluminense e RB Bragantino chegaram a ligar para o Juventude para saber da minha situação, mas meu empresário sempre deixou bem claro que a gente só iria sair de lá se fosse vendido, definitivo não por empréstimo”, disse o atacante.

“Claro que mexe muito com a cabeça do jogador. Toda hora intermediadores me ligavam falando: ‘Po, não quer vir para esse time aqui? Te paga três, quatro, cinco vezes mais do que você ganha aí...’. Eu ligava para ele. Falei “Cara está nas suas mãos, vou continuar fazendo o meu trabalho aqui mas também não podemos deixar essas oportunidades passar”. Então ele me disse que faria o melhor, para focar somente em campo”, explicou.

O atacante palmeirense relembrou em detalhes como foi sua chegada ao alviverde.

“Lembro que fomos jogar contra o CRB, em Alagoas, ganhamos o jogo de 1 a 0. Quando cheguei em Caxias do Sul ele me mandou uma mensagem, já era 22h30, falando que o Palmeiras tinha ligado perguntando de mim. Naquela época várias especulações poderiam fazer ficar meio iludido, mas pensei: ‘Cara, se agora não sair... vamos esperar’.

“Eu meio que não acreditei, guardei para mim e fui dormir. Me lembro que acordei na segunda-feira (o jogo havia sido no domingo), e ele mandou mensagem, falou: ‘Os caras me mandaram o contrato já’.

Já pensei ‘Caraca, mano! Palmeiras...’, já comecei a pesquisar o Palmeiras, quem estava no elenco. Na época estavam Ramires, Luiz Adriano, Lucas Lima e pensei ‘Caraca, jogar do lado desses caras!’.”

“Ele me disse ‘Olha, estou indo para Caxias para gente assinar os últimos detalhes e os caras vão te comprar, você vai para lá. E tem que ser rápido que tem jogo no final de semana e eles querem que você jogue já.’”

“Ali passou um filme na minha cabeça porque quando você começa a jogar futebol o sonho de toda criança é defender um time grande. Então para mim, vindo de um time de menor expressão receber um convite do Palmeiras não tem como dizer não e é uma felicidade imensa, meus pais também ficaram muito felizes. Vim para São Paulo e depois de três dias já estreei contra o Fluminense”, relembrou.

Breno também explicou como foi lidar com a ansiedade para balançar as redes pela primeira vez com a camisa do Palmeiras.

“No começo sofri um pouco, foram três bolas na trave, a bola não entrava, estava ansioso, saiu ali meu primeiro gol contra o Vasco cheguei em casa aliviado por ter feito o primeiro gol, tira aquela responsabilidade. Depois de três dias eu faço um gol que mudou minha vida e minha trajetória dentro do clube, na final contra o Santos, sou muito grato ao Abel por tudo que venho vivendo aqui”, concluiu.

Leia Também

Leia Também

Pouco tempo após sua chegada ao Palmeiras, Breno Lopes foi o autor do gol que mudou o rumo da final da Libertadores 2020, contra o Santos. Mas além do título, o gol marcado pelo jogador também gerou grandes impactos na vida do atleta.

Leia Também

“Foi uma loucura, cara! Lembro que no vestiário a ficha ainda não estava caindo, os jogadores passavam perto de mim e falavam ‘cara você não tem noção do que esse gol representa, o que vai marcar na sua vida daqui para frente, tudo vai mudar’, disse Breno relembrando os primeiros momentos após o título.

Leia Também

“No começo ali no vestiário fiquei meio sem entender, mas ao passar do tempo você vai notando. Hoje em diversos lugares tenho dificuldades para ir, as pessoas me reconhecem. Então coisas que às vezes eu normalmente fazia tranquilamente, hoje tenho que saber onde vou, com quem vou. O reconhecimento, como você citou, é algo que vai ficar marcado para sempre.”

“Na minha vida pessoal também, sou de família humilde, consegui realizar meu sonho que era dar uma boa casa para os meus pais, tirar minha filha do aluguel. Todas essas coisas vieram devido ao contrato que tive com o Palmeiras e logo depois ao gol também, que hoje o torcedor palmeirense tem um grande carinho por mim. Seja em férias ou às vezes no mercado eles sempre me veem, me agradecem pelo gol, esse é um gol que tem um peso que vai sempre andar comigo”, completou.

Assim como na final da Libertadores frente ao Santos, por diversas vezes Breno Lopes é utilizado na maioria das vezes como um “décimo segundo jogador”, vindo do banco de reservas. O jogador revelou como se sente com a situação.

“Com certeza incomoda, né cara?! Assim como todo jogador, eu sempre busquei estar evoluindo tanto no pessoal quanto no profissional a gente sempre quer jogar, a gente treina para isso, para chegar na hora do jogo e você ter mais minutagem. Incomoda, mas primeiramente tem que respeitar os companheiros que vem jogando e respeitar também as decisões do professor.”

“Agora antes do Mundial tive uma proposta para sair, acabou não evoluindo, mas eu sou um cara muito centrado e muito dedicado, sempre quero aumentar meus números, ser um jogador importante. Nenhum jogador gosta e fica satisfeito de estar no banco ou entrar pouco, isso é natural. Mas como eu falei, sempre é bom respeitar os companheiros que vem jogando e a decisão do professor.”

Há duas temporadas no Palmeiras, Breno Lopes já pensa no futuro, mas afirma que está feliz no alviverde.

“Venho conversando bastante com meus empresários para ver como vai ser, se a gente vai ficar ou se a gente vai sair para procurar novos ares, mas estou muito feliz aqui. É o clube que mudou minha vida, mudou a minha trajetória, então enquanto estiver aqui vou dar meu melhor para estar sempre entrando em campo e correspondendo à altura do Palmeiras”, afirmou.

Assim como diversos atletas, Breno Lopes também tem metas na carreira. O jogador revelou algumas metas  já conquistadas por ele, e também o desejo de atuar no exterior.

“Antes de vir para o Palmeiras, voltando lá atrás ainda quando eu estava no Juventude, também tive uma proposta do Japão e estava quase tudo certo, já tinha um pré-contrato, e logo em seguida o Palmeiras veio. Era um desejo meu de antes de sair do Brasil, ser reconhecido aqui no meu país. Então hoje acho que já atingi essa meta de ser um cara conhecido aqui no país e ganhar títulos também.”

“Coloquei nas mãos de Deus, um desejo meu também é jogar na Europa, ter experiências nos clubes de fora. Espero que tudo possa correr da maneira que Deus quiser, porque primeiramente é a vontade dEle, vou fazendo meu trabalho e deixo nas mãos do meu empresário também que confio bastante”, contou.

Após conquistar grandes títulos com o Palmeiras nas últimas temporadas, Breno revelou os objetivos da equipe para 2022.

“O Abel sempre fala pra gente, quando a gente começa a temporada precisamos traçar metas. Claro que é dificilmente você vai ver um clube ganhando todas as competições, é bem difícil acontecer isso... acho que o Galo ano passado fez uma temporada excelente, ganhou a Copa do Brasil e o Brasileiro. O Abel sempre fala que temos que estar beliscando alguma coisa, seja Copa do Brasil, seja o Brasileiro ou Libertadores, claro que a gente entra para ganhar todas, mas se não der nenhuma delas a gente tem que buscar alguma taça.”

“A gente sempre entra no campeonato tentando vencer, sabendo que nem sempre vai ganhar, mas o primeiro objetivo agora é o Paulista, depois quando começar a Libertadores vai ser a Libertadores e assim em diante, cada campeonato um foco e sempre com essa ambição e vontade de vencer”, encerrou.

Confira na íntegra, o vídeo da entrevista com o atacante Breno Lopes:


** Lucas Barreiros é graduando em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. No iG, escreve para o iG Esportes. Coleciona passagens pelas Web Rádios Rede Contínua e Bate Fundo Esportivo. Além das transmissões esportivas, tem conhecimento na criação de conteúdos audiovisuais. Apaixonado por esportes, Lucas não se limita ao futebol brasileiro e é fã da Premier League. Além das quatro linhas, acompanha as emoções da NBA, a velocidade da Fórmula 1 e o mundo dos e-sports. Fora do âmbito esportivo, tem forte ligação com a música e o cinema.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários